Em tempo de confinamento, é essencial encontrar o equilíbrio entre a alimentação e o exercício físico em casa. Para isso, recorremos ao livro “Elegante em 15 minutos“, de Joe Wicks, uma referência na área da alimentação, fitness e vida saudável. Ao longo desta semana vamos sugerir exercícios e receitas da obra editada pelo Clube do Autor. Hoje vamos conhecer melhor quem é Joe Wicks

Quando postei o meu primeiríssimo vídeo #Leanin15 no Instagram, no início de 2014, nunca imaginei que me levaria a escrever este livro. Tudo começou comigo a divertir‑me na cozinha, com a ideia de partilhar receitas simples para ajudar as pessoas a ficarem em forma.

As receitas estavam prontas em 15 minutos e os vídeos tinham apenas a duração de 15 segundos… daí a hashtag #Leanin15. Para começar, ninguém visualizava os vídeos e os meus vizinhos julgavam‑me maluco. Ouviam‑me frequentemente a exclamar bem alto: «Toca a ficar elegante em 15 minutos!» e «Uau, árvores em miniatura» (é o que chamo aos brócolos, já agora!).

Alguns dos meus amigos acharam uma estupidez e aconselharam‑me a voltar à minha atividade de personal training e de organizador de boot camps, atividades a que me dedicara com gosto nos últimos cinco anos. Mas cozinhar divertia‑me, portanto, não fiz caso e continuei, chegando a postar muitas vezes três vídeos por dia. Foi preciso dispor de muito tempo e energia para estar constantemente a interromper o que estava a preparar para filmar, mas via cada refeição como uma oportunidade para partilhar uma nova receita, e essa era a minha motivação para continuar.

Para grande surpresa minha, em poucos meses, tinha centenas de milhares de seguidores de todo o mundo, pessoas que faziam as minhas receitas e as partilhavam online. Julgo que a rapidez e a simplicidade das receitas, aliadas ao facto de eu estar claramente a divertir‑me, foram determinantes para que tanta gente se envolvesse.

Sou completamente autodidata no que toca a cozinhar, como tal nunca complico demasiado as coisas. Uso alimentos que qualquer pessoa consegue encontrar no seu supermercado habitual, o que torna o programa acessível a toda a gente e perfeito para pessoas muito ocupadas.

«VIA CADA REFEIÇÃO COMO UMA OPORTUNIDADE PARA PARTILHAR UMA NOVA RECEITA»

A abordagem envolve também pequenas mudanças no modo de vida. Não se trata apenas de seguir um regime rigoroso. Publico frequentemente fotografias minhas a comer em restaurantes e a deliciar‑me com coisas boas. Confesso, adoro fondant de chocolate!

Joe Wiks é uma unanimidade no Mundo Fitness
Joe Wiks é uma unanimidade no Mundo Fitness

Julgo que as pessoas reagiram bem às propostas porque as refeições não são sempre perfeitas, nem finjo que o são. Na verdade, o meu regime alimentar costumava ser muito descuidado. Sempre pratiquei muito desporto, mas não levava a sério a alimentação que fazia. Tal como as pessoas que estão sempre muito ocupadas, era bastante preguiçoso no que tocava a cozinhar e usava a falta de tempo como desculpa. Recorria frequentemente aos cereais, comia sanduíches em andamento e refeições pré‑cozinhadas. Sentia‑me cansado, mas achava normal. Tomava refrigerantes e entretinha a fome com barritas de chocolate nos intervalos dos treinos. Durante essa altura, o meu corpo não mudou muito e nunca consegui ficar em forma. Finalmente vim a descobrir que, por muito que treinasse, nunca teria resultados com uma alimentação assim tão pobre.

LEIA TAMBÉM
Como viver com o mínimo de tranquilidade com o coronavírus

Foi apenas quando comecei verdadeiramente a estudar Nutrição, após a faculdade, que percebi a importância de uma alimentação natural para os meus níveis de energia e o seu reflexo nas alterações do meu físico. Quanto mais estudava, mais me dedicava a transformar o meu próprio corpo. Com esta nova aprendizagem e conhecimentos de nutrição, senti‑me então capaz não só de ficar em forma como de me manter em forma. Comecei depois a aplicar nas minhas aulas o que aprendera e foi impressionante a rapidez com que o corpo dos meus clientes reagiu. Ajudar os clientes a obter resultados rápidos significou ficar desde logo com a minha agenda preenchida como personal trainer. Todavia, até mesmo com 2 boot camps repletos, apenas conseguia treinar cerca de 100 pessoas por semana. Não era suficiente para mim. Queria ajudar mais gente a atingir os seus objetivos, portanto comecei a investir mais nas redes sociais. Através do Twitter, Facebook, YouTube e Instagram, conseguia chegar a milhares de pessoas de uma só vez, partilhando conteúdos online – vídeos de receitas, exercícios físicos e blogues. À medida que o número de seguidores aumentava, comecei a perceber a forma chocante como a indústria alimentar funcionava. Todos os dias recebia mensagens de pessoas que faziam todo e qualquer tipo de dietas de choque, pouco calóricas e deprimentes, e tornou‑se desde logo evidente a informação errónea de que dispunham e até onde estavam dispostas a ir para perder peso. Regimes com treinos de duas horas por dia e ingestão de alimentos inferior a 1000 kcal eram mesmo muito comuns e impressionou‑me que houvesse gente a viver dessa forma, a tentar continuamente encontrar uma fórmula mágica, sem nunca obter resultados. A viverem infelizes, aprisionados a regimes alimentares que nunca lhes dariam o corpo por que ansiavam. Acredito que essas dietas de choque são um factor que contribui para grande parte dos distúrbios alimentares e das questões com a imagem com que atualmente nos debatemos. As pessoas convenceram‑se de que a única forma de perder gordura é cortando drasticamente nas calorias como forma de criar um enorme défice nutricional, o que apenas conduz às chamadas dietas ioiô, com anos e anos a batalhar contra o peso, o que não é de todo uma forma de vida saudável e, como tal, não deveria ser aceite como norma.

«A MINHA ABORDAGEM ENVOLVE TAMBÉM PEQUENAS MUDANÇAS NO MODO DE VIDA. NÃO SE TRATA APENAS DE SEGUIR UM REGIME RIGOROSO»

Certo dia, enquanto fazia jogging, decidi fazer algo a esse respeito. Criaria um plano nutricional e de treino, online, para ensinar adequadamente as pessoas e salvá‑las daquelas dietas prejudiciais, pouco saudáveis. O meu objetivo era criar um plano sustentável com refeições saborosas que levariam as pessoas a comer mais, a treinar de forma mais eficaz (e durante muito menos tempo!) e a queimar calorias. Toda a gente tem necessidades nutritivas diferentes. O planeamento das minhas refeições é único; concebi planos feitos à medida, que permitem escolha e flexibilidade, de modo a assegurar que as pessoas obtêm resultados e os mantêm. Após meses de trabalho, nasceu o plano 90 DaySSS – Shift, Shape and Sustain (90 Dias para Mudar, Ganhar Forma e Manter). Usei as redes sociais para o promover e comecei a postar fotografias do tipo «antes» e «depois», a comprovar a transformação por que passavam os clientes, juntamente com testemunhos escritos. Na altura, não tinha ideia do que havia criado e ainda hoje custa‑me a acreditar no sucesso que o plano obteve. Porém, ao criar uma comunidade online, acabei inconscientemente por estabelecer ligações entre milhares de pessoas que trilhavam o mesmo caminho. À medida que mais e mais clientes subscreviam o programa online, tive de me afastar dos boot camps, acabando também por passar os clientes a quem fazia treino personalizado a uma pessoa amiga. O meu trabalho era agora totalmente online e tornava‑se global.

«O MEU OBJETIVO ERA CRIAR UM PLANO SUSTENTÁVEL»

Inicialmente, inscreveram‑se sobretudo pessoas do Reino Unido, mas depois surgiram interessados de todo o mundo. Lugares distantes como a Austrália, Suécia, Singapura e Dubai começavam a ouvir falar do plano Elegante em 15 Minutos e subscreveram o 90 DaySSS – Shift, Shape and Sustain. Começou comigo a responder a uns e-mails e a enviar outros tantos planos por semana, porém, quase sem me aperceber, tinha já milhares de pessoas a inscreverem‑se mensalmente e uma equipa de colaboradores.

Gosto imenso do que faço agora e embora não chegue a conhecer pessoalmente os meus clientes, sinto‑me bastante orgulhoso de todos eles. São a minha inspiração diária. Ao ensinar nutrição às pessoas, habilitei‑as a assumir o controlo do seu próprio regime alimentar e a atingir os objetivos de uma forma saudável e divertida.

Como Preparador Físico, estou agora em condições para ajudar ainda mais pessoas. É importante salientar que o meu negócio online não surgiu da noite para o dia. Foi crescendo de forma orgânica, à custa de muito trabalho. É necessário muita confiança para convencer alguém que nem sequer nos conhece. E eu construí essa confiança numa interação que levou centenas de horas, vídeos e tweets. Ainda que ninguém estivesse a ouvir, eu continuava ali, a partilhar e a oferecer o meu tempo, até que, por fim, as pessoas começaram a prestar‑me atenção.

Eis o tal bocadinho sobre mim e a minha história até ao momento. Sinto‑me entusiasmadíssimo por partilhar convosco o meu conhecimento e as minhas receitas. Espero que gostem do livro e que se torne na vossa inspiração para cozinharem, que se preparem como profissionais e consigam o corpo que sempre quiseram ter.

Joe Wicks
The Body Coach

Na terça-feira, Joe Wicks vai desmistificar alguns dos mitos dos carboidratos.