O sueco Patrik Nilsson conquistou o título europeu de Ironman em Frankfurt, numa prova que foi decidida nos últimos quilómetros da Maratona.

No total, 36 participantes começaram o Ironman de Frankfurt, disputado com muito calor. Patrik Nilsson sempre esteve nos grupos dos primeiros classificados, mas o seu ataque para o triunfo final aconteceu na Maratona, quando, no km 37, conseguiu finalmente apanhar Kristian Hogenhaug, só parando quando terminou a sua corrida no primeiro lugar (7h59m18). O dinamarquês, completamente exausto, ainda conseguiu segurar o segundo lugar da classificação geral (8h00m18), enquanto David Mcnamee, da Escócia, ficou com a terceira posição (8h02m29).

LEIA TAMBÉM
Campeão olímpico de triatlo: «Sabia que teria de correr em torno dos 29m20»

A Maratona foi realmente o grande fator de decisão da prova, já que ninguém esperava que Hogenhaug conseguisse perder a sua vantagem de quase 9 minutos no ciclismo. No entanto, aos 10 km, Nilsson já tinha uma desvantagem de 3m00, desvantagem que aumenta para 3m30 na Meia. Mas o sueco reagiu aos 37 km e acabou por vencer, numa prova memorável em termos individuais.

Nota ainda para a disputa pelo quarto lugar, que garantia classificação para o Mundial de Kona, no Hawaii. Numa acirrada disputa, o belga Pieter Heemeryck (8h07m11) superou o alemão Franz Loeschke (8h07m32).

O Ironman de Frankfurt, que não contou com o Europeu feminino este ano, contou com as seguintes distâncias: 3,8 km de natação, 185 km de ciclismo e 42,2 km de corrida.

Os tempos dos três primeiros foram os seguintes:

  • Patrik Nilsson
    Natação: 49m35 (primeiro da geral)
    Ciclismo: 4h25m09 (quinto)
    Corrida: 2h39m40 (primeiro)
  • Kristian Hogenhaug
    Natação: 50m01 (12.º da geral)
    Ciclismo: 4h16m10  (primeiro)
    Corrida: 2h48m47  (nono)
  • David Mcnamee
    Natação: 49m51 (11.º da geral)
    Ciclismo: 4h25m04 (quarto)
    Corrida: 2h42m59 (segundo)