O norueguês Kristian Blummenfelt voltou a impressionar, desta vez no Ironman 70.3 Bahrain, alcançando um novo registo mundial na distância, correndo inclusive mais do que Mo Farah, que participou na prova de estafeta.

Kristian Blummenfelt nadou os 1,9 km de natação em 22m26 (média de 1m11/100 metros), os 90 km do ciclismo em 1h52m03 (média de 48,20 km/h) e a Meia-maratona em 1h07m00 (média de 3m11/km), ou seja, 3h25m11, cerca de quatro minutos a menos que o anterior registo na distância, que curiosamente também estava na sua posse (3h29m04, desde o ano passado).

Nas posições seguintes ficaram Daniel Baekkegard (3h29m16) e Casper Stornes (3h33m06).

LEIA TAMBÉM
Gwen Jorgensen. Do Triatlo para a Maratona, da Maratona para… os 10.000 metros

Triatlo: atleta brasileiro morre no segmento da natação no Ironman Cozumel

Foi precisamente na corrida que Blummenfelt mostrou toda a sua capacidade, fruto de um ritmo infernal. Para termos uma ideia, Mo Farah, que participou na prova com a equipa Team Legends, foi mais lento 10 segundos, uma clara demonstração do que conseguiu o norueguês.

Nos restantes segmentos, a equipa Team Legends registou 25m50 na natação por Chloe McCardel e 1h54m46 no ciclismo por Mark Cavendish.

Os registos de Kristian Blummenfelt e a equipa de Mo Farah
Os registos de Kristian Blummenfelt e a equipa de Mo Farah

O Strava da corrida de Kristian Blummenfelt

Kristian Blummenfelt revelou entretanto o seu Strava do Ironman 70.3 Bahrain. No segmento da corrida, a aplicação revela que o norueguês correu 21,8 km, alcançando o tempo de 1h08m48.

O seu ritmo mais rápido foi 3m03 (sétimo e 21.º quilómetros) e o mais lento foi 4m00 (o primeiro). Durante 47 minutos correu a um rimo médio de 3m02 e 3m23.

Os tempos de  Kristian Blummenfelt na Meia-maratona
Os tempos de Kristian Blummenfelt na Meia-maratona,
que correu 10 segundos mais rápido que Mo Farah

Holly Lawrence também alcança recorde do mundo

Entretanto, o Ironman 70.3 Bahrain também ficou marcado pelo recorde do mundo de Holly Lawrence. A britânica alcançou o tempo de 3h52m51, superando as compatriotas Jodie Stimpson (3h55m29) e Claire Hann (3h55m51).

Os seus tempos foram os seguintes:

  • Natação: 23m16, média de 1m13/100 metros
  • Ciclismo: 2h04m13 (média de 43,47 km/h)
  • Meia-maratona: 1h21m35, média de 3m53/km)

O anterior registo, de 2014, estava na posse de Helle Frederiksen: 3h55m50, precisamente no Bahrein.