Tricampeão mundial do Ironman e campeão olímpico de triatlo em Pequim 2008, verdadeira referência na modalidade, o alemão Jan Frodeno, de 38 anos, completou um Ironman (3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42,2 de corrida) em casa, arrecadando ao mesmo tempo 200.500 euros para a luta contra a Covid-19.

Quando revelou no dia 1 de abril que pretendia realizar um Ironman em casa, muitos acreditaram que Jan Frodeno estava a fazer uma brincadeira de Dia das Mentiras (leia aqui). Mas não estava, já que conclui o seu desafio em 8h33m39 (de referir que as transições entre os segmentos foi maior do que o normal).

«Foi diferente e divertido. Ainda bem que conseguimos fazer isto e angariar dinheiro para uma boa causa», afirmou no final o alemão.

Os tempos parciais foram os seguintes:

  • Natação: 47 minutos
  • Ciclismo: 4h13
  • Corrida: 3h01

Este desafio de Frodono foi transmitido nas suas redes sociais e contou com diversas personalidades, como o ex-tenista Boris Becker, o esquiador Felix Neureuther, os ciclistas Fabian Cancellara e Chris Hoy ou os futebolistas Mario Götze e André Schürrle, entre outros, que fizeram questão de apoiar o alemão neste evento.

De referir que, no ciclismo, Frodono pedalou com mais de 500 pessoas, que se juntaram a ele no Tour Watopia (Zwift).

Na corrida propriamente dita, Frodeno realizou uma prova com um ritmo médio de 4m19/ km.

A iniciativa, que teve como objetivo recolher fundos na luta contra a Covid-19, arrecadou 200.500 euros, que serão distribuídos pelo Hospital de Girona, onde vive em Espanha, um hospital de Colónia, na Alemanha, e a Fundação Laureus Sport for Good.

«Não se bateram recordes mundiais (NDR: o registo é seu, 7h35m39) e, provavelmente, não vou fazer isto outra vez, nem três vezes. Mas não há palavras para o que aconteceu hoje. E tudo no conforto da minha casa. Obrigado a todos os que me apoiaram, doaram. Haverá sempre uma manhã depois do dia anterior. Agora, é tempo de família», escreveu Frodo na sua conta do Instagram.

LEIA TAMBÉM