Transvulcania

Depois de adiada para outubro, eis que a organização daquela que é vulgarmente apontada como uma das mais difíceis ultra-maratonas da atualidade, a Transvulcania, acaba de anunciar o cancelamento da edição de 2020.

O anúncio do cancelamento da prova que serviria também para apurar o campeão de Espanha de Trail Running foi feito, esta segunda-feira, pelo Conselheiro para o Desporto de La Palma, Raúl Camacho: «Sabemos a importância desportiva, económica e social da Transvulcania, mas, simplesmente, não existem condições mínimas de saúde pública para que esta possa ser realizada da forma como todos a conhecemos.»

A decisão agora anunciada surge, de resto, não apenas na sequência da crise sanitária a nível mundial resultante da pandemia de coronavírus, mas também e em resultado das restrições por que passam atualmente as deslocações, não somente dentro de um mesmo país, como também entre países.

LEIA TAMBÉM
Transvulcania 2020 também já foi adiada para Outubro

Recorde-se que a Transvulcania 2020 começou por ser adiada de maio para 26 de setembro. Sendo que, já depois, foi novamente adiada para 3 de outubro.

A contribuir igualmente para este cancelamento as limitações existentes nas Ilhas Canárias em termos de participantes, as quais não permitem eventos com mais de 1.000 pessoas, impondo, ainda, fortes restrições relativamente ao público, aos ajuntamentos e até mesmo quanto a cerimónias como a entrega de prémios.

Transvulcania

«A partir de agora, o nosso objetivo é organizar uma edição de 2021 da Transvulcania ao nível dos prestígio que esta prova encerra», afirmou já o mesmo responsável.

Finalmente, e quanto aos atletas que queiram transferir a sua inscrição para a edição de 2021 da prova, a organização garante que tem presença garantida, tendo apenas de manifestar essa intenção.

Quanto aos corredores que não possam ou não queiram participar na edição do próximo ano da prova, os organizadores também garantem que serão ressarcido, na totalidade, do valor pago pela inscrição.