Corredor, guia e alpinista, Karl Egloff registou a ascensão mais rápida do Nevado Cayambe, terceira montanha mais rápida do Equador, concretamente 5.790 metros.

Sem competições, os corredores procuram novos desafios pessoais para deste modo manterem o foco e a motivação nos treinos. Quando tudo regressar ao normal, Karl Egloff pretende continuar o seu desafio 7 Summits Speed Record, cujo objetivo é ascender o mais rápido possível as montanhas mais altas de cada continente.

Depois de superar os tempos no Kilimanjaro (África), Aconcagua (América do Sul), Elbrus (Europa) e Denali (América do Norte), Karl Egloff está a treinar para alcançar os melhores tempos nos seguintes cumes: Piramide Carstensz (Oceania), Macizo Vinson (Antártica) e Evereste (Ásia).

Sem poder viajar, o corredor criou um novo projeto, Cumbres Chevrolet, Speed Climbing Challenge, cujo objetivo é subir e descer o mais rápido possível as principais seis montanhas do seu país, o Equador.

LEIA TAMBÉM
Documentário revela a incrível jornada do ultramaratonista Zach Miller

Com partida e chegada no refúgio Oleas Ruales Bergé, a 4.700 metros, Karl Egloff correu os 8 km com um desnível positivo de 1.200 metros em 2 horas e 9 minutos, novo registo no local. A anterior marca estava na sua posse desde 2017, juntamente com outros dois companheiros de desafio. Segundo o próprio, a ascensão demorou 1h41.

«Esta é uma das minhas montanhas favoritas», afirmou Karl Egloff através de um comunicado.