Vencedora da Meia-maratona do Porto, Solange Jesus revela nesta entrevista alguns dos segredos para alcançarmos o sucesso na distância, ao mesmo tempo que afirma que a preparação é o que mais falha aos corredores populares.

Gosta de correr Meias-maratonas? O que poderia falar da distância em si?
Não gostava muito de provas mais longas, mas, ao longo do tempo, fui-me a familiarizar e agora sinto-me confortável com a distância, sinto ser algo que me desafia. 

Quais os principais erros que o corredor popular comete na distância, na sua opinião?
Ao nosso projeto Are You Running Today têm chegado alguns atletas que se propõem a provas com distâncias mais longas mas, quando os abordamos para saber o que têm feito, verificamos que a preparação para aquilo a que se propõem é insuficiente por vezes. Não digo que têm que treinar todos os dias, mas temos de ter noção dos riscos, porque correr é relativamente fácil, mas temos de fazê-lo em segurança. Refiro-me a evitar lesões, por exemplo.
Depende de pessoa para pessoa, mas talvez a questão da preparação seja o principal problema. 

LEIA TAMBÉM
Solange Jesus: «A Meia-maratona do Porto tem uma envolvência muito própria»

Conseguiria dar conselhos para terminar em grande uma Meia-maratona?

  • A alimentação e a hidratação, em especial atenção aos dias que antecedem a prova e sem dúvida no pós-prova, promovendo uma melhor recuperação 
  • Um plano de treino ajustado à disponibilidade individual de cada atleta
  • Calma, paciência e persistência. Não chegamos a Roma num dia e, para haver adaptações, temos de dar tempo ao tempo
  • Ser feliz e desfrutar do melhor dia, o dia da prova

FOTOFacebook Meia-maratona do Porto