Maratona do Porto

Carlos Costa, atleta do São Salvador do Campo, terminou, este domingo, a 16.ª Maratona do Porto como melhor português nos 42,195 km masculinos. Já na prova feminina, a melhor portuguesa foi a atleta do AD Marco 09, Rosa Madureira, no quinto posto.

Carlos Costa, que fez sozinho grande parte do percurso pelas ruas do Porto, Gaia e Matosinho, fez o tempo de 2h21m56, terminando no 7.º lugar da geral masculina da Maratona do Porto.

No final da 16.ª edição da Maratona do Porto, o corredor da agremiação São Salvador do Campo recordou que «já andava à procura da vitória [na prova] há 3 anos». Não deixando, contudo, de queixar-se da falta da companhia de outros atletas portugueses, com quem pudesse repartir as despesas da corrida, nos esforços de obter um melhor resultado nesta Maratona do Porto.

LEIA TAMBÉM
Etíopes dominam EDP Maratona do Porto

Por outro lado, o “vento forte e de frente”, surgido a partir, principalmente, do quilómetro 17, foi outra das dificuldades apontadas pelo melhor dos portugueses nesta 16.ª edição da Maratona do Porto.

EDP Maratona do Porto
A 16.ª edição da EDP Maratona do Porto contou com mais de 15 mil atletas e 75 nacionalistas

Logo a seguir de Costa, terminaram, no nono e 10.º postos, Hermano Ferreira, com mais 17m50 que o vencedor, e Hélder Lopes, com mais 19m30.

Rosa Madureira mais rápida entre as portuguesas na Maratona do Porto

Na prova feminina, Rosa Madureira, do AD Marco, terminou a 16.ª edição da EDP Maratona do Porto, no quinto posto da competição feminina.

Rosa fez o tempo de 2h49m53.