O britânico Mo Farah alcançou a vitória na primeira edição da Meia-maratona de Djibouti, um triunfo que serve de incentivo para o ano olímpico.

Correndo pela primeira vez desde que venceu a Meia-maratona da Costa de Antrim, há seis meses, Mo Farah foi o principal rosto da Meia de Djibouti, cidade onde viveu antes de, com 8 anos, viajar para a Grã-Bretanha.

Hoje com 37 anos e após ter realizado treinos na Etiópia, onde tem um campo de treino, Mo Farah alcançou a vitória com o tempo de 63m07, menos quatro segundos que o seu companheiro de treino, Bashir Abdi. Na terceira posição ficou o atleta local, Moumin Bouh, com 1h04m06.

LEIA TAMBÉM
Os quatro “R” da recuperação desportiva: sabe quais são?

Recorde-se que Mo Farah procurará em Tóquio conquistar algo inédito nos Jogos, o terceiro título consecutivo nos 10.000 metros.