Uma das provas mais emblemáticas da Europa, a Maratona de Roterdão, que este ano comemora 40 edições, foi adiada devido ao coronavírus.

Tendo em vista deter a todo o custo a propagação do Covid-19, os organizadores da Maratona de Roterdão não tiveram outra medida do que adiar a prova de 5 de abril para 25 de outubro.

Um duro golpe para a organização de uma das provas mais queridas do mundo, muito devido a sua participação popular. Um golpe ainda maior já que, este ano, a prova comemora 40 anos.

A beleza da Maratona de Roterdão é notória ao longo do percurso
A beleza da Maratona de Roterdão é notória ao longo do percurso

Os organizadores revelaram ainda que os corredores inscritos têm garantido a sua inscrição para a corrida do dia 25 de outubro, sem acréscimo de custos.

«A segurança e a saúde dos corredores, voluntários, espetadores e outros participantes é sempre a nossa primeira prioridade. Agradecemos a todos o apoio que temos recebido», refere um comunicado da Maratona de Roterdão, muito procurada por todos por apresentar um percurso bastante positivo para alcançar recordes pessoais.

LEIA TAMBÉM
Maratona de Roterdão, onde terminar em último é mais gratificante do que acabar em primeiro

No ano passado, os 17 mil dorsais da Maratona de Roterdão esgotaram nas suas diversas provas, o que aconteceu este ano, mesmo com o coronavírus.