O português João Andrade terminou a Badwater 135 (135 milhas / 217 km / 4450D+), uma prova que começa a 85 metros abaixo da linha do mar e acaba a 2530 metros de altitude, num percurso conhecido como o Inferno na Terra.

O Vale da Morte, por onde passa a Badwater 135, registou recentemente uma das temperaturas mais alta da Terra, 55,5º C. Foi por aí que correram (e continuam a correr) os participantes da prova (na linha da meta, 60 homens e 24 mulheres), entre eles João Andrade, da One Hundred, empresa que promete revolucionar o trail mundial.

LEIA TAMBÉM
João Andrade: «Para a Badwater 135, estou a treinar entre 160 e 200 km semanais»

O português registou o tempo de 32h56m52, 13.º da classificação geral. Recorde-se que, em 2019, Vítor Rodrigues registou 36h13m36 (34.º colocado) e, em 2013, Carlos Sá foi o vencedor com o tempo de 24h38m16.

O pódio deste ano foi constituído pelos seguintes atletas:

  • Harvey Lewis, EUA: 25h50m23
  • Igor Gotsuliak, Ucrânia: 26h35m08
  • Sergey Ionov, Rússia: 26h49m06

FOTO: Instagram overallgooddaygirl