Com a espetacular corrida de Kenenisa Bekele na Maratona de Berlim, que por 2 segundos não igualou o recorde do Mundo da distância, o registo da norte-americana Jeannie Rice, de 71 anos, foi um pouco ignorado por todos. E a verdade é que ela alcançou um registo mundial na sua faixa etária…

No ano passado, Jeannie Rice correu a Maratona de Chicago em 3h27m50, novo recorde do mundo da Maratona na sua faixa etária (70-74 anos), um registo que poucos acreditavam que poderia ser superado.

No entanto, no passado dia 29 de setembro, em Berlim, a norte-americana surpreendeu novamente tudo e todos e melhorou a sua própria marca em cerca de 3 minutos, concretamente 3h24m48, média de 4m53 por km. Ou seja, foi mais rápida aos 71 anos do que aos 70 anos…

O que é interessante verificar é o ritmo de Jeannie Rice ao longo dos 42,195 km. Ao verificarmos a sua performance, temos de destacar a cadência da sua passada, a cada 5 km a rondar os 23 minutos, até os 35 quilómetros. Já no 40.º km, a norte-americana correu em 26m34.

Os tempos parciais de Jeannie Rice em Berlim
Os tempos parciais de Jeannie Rice em Berlim

A norte-americana garantiu que a “queda” no ritmo na prova estava controlado, pois sempre correu tendo em vista o recorde do mundo, algo que acabou por alcançar.

Jeannie Rice mira os 3h20 na Maratona de Tóquio no próximo ano

Hoje uma referência nos Estados Unidos, Jeannie Rice tem como futuro desafio a Maratona de Tóquio, em março do próximo ano. Em declarações à imprensa norte-americana, revelou que estava satisfeita por não ter alcançado os 3h20 em Berlim, já que tem um objetivo para os próximos treinos…

Mas, antes de Tóquio, Jeannie Rice vai “aquecer” as suas pernas na Meia-maratona de Naples, na Florida. O seu melhor tempo na distância é 1h37m07, registo alcançado em agosto último em Akron, Ohio.

LEIA TAMBÉM
Onde estavam os 2s de Bekele para o recorde do Mundo…

Como curiosidade, refira-se que a segunda colocada no seu escalão na Maratona de Berlim foi a norueguesa Vera Vigunante Nystad, que cortou a linha da meta em 3h42m19.

FOTO: Facebook