O recorde do mundo de Ruth Chepngetich na Meia-maratona de Istambul colocou em segundo plano a brilhante corrida de Hellen Obiri, que correu a primeira Meia mais rápida de sempre.

Evidentemente que os 64m02 de Ruth Chepngetich acabaram por focar todas as atenções do Mundo da Corrida no passado domingo (leia aqui), já que a queniana estabeleceu o novo recorde do mundo da distância.

No entanto, não podemos deixar de referir a corrida de Hellen Obiri, terceira colocada da prova, naquela que foi a estreia mais rápida de sempre na Meia-maratona, concretamente com o tempo de 64m51 (recorde-se que a Meia-maratona de Istambul foi a primeira desde sempre a ter três mulheres a correrem a distância em menos de 65 minutos).

Não podemos esquecer que Hellen Obiri é a única mulher campeã mundial no Atletismo Indoor (3.000 metros em 2012, com 8m37s16), Outdoor (nos 5.000 metros em 2019 e 2017, com 14m26s72 e 14m34s86, respetivamente) e Corta-mato (2019).

Hellen Obiri é também a primeira mulher a alcançar as seguintes marcas:

  • 4m00 nos 1.500m
  • 8m30 nos 3.000m
  • 14m30 nos 5.000m
  • 30m00 nos 10k
  • 65m00 na Meia-maratona

As melhores marcas de Hellen Obiri, além da Meia-maratona, são as seguintes:

  • 400m: 59s0 (não oficial)
  • 800m: 2m00s54 
  • 1.500m: 3m57s05 
  • 5.000m: 14m18s37 
  • 10.000m: 30m35s82 
  • 10k: 29m59 
  • Meia-maratona: 64m51 (na estreia)

Com este novo resultado na Meia-maratona, Hellen Obiri comprova que também está preparada para as longas distâncias. Segundo os especialistas, a queniana poderá ser a próxima granbde estrela da Maratona mundial, já que tem apenas 32 anos.