Quase uma semana depois, a Maratona de Nova Iorque continua a revelar enormes histórias, como a de Hannah Gavios, última classificada da prova, vítima de uma tentativa de estupro há dois anos.

De férias na Tailância, Hannah Gavios foi vítima de uma tentativa de violação. No entanto, conseguiu evitar o pior após cair num precipício, sendo resgatada oito horas depois. No entanto, a queda foi fatal, já que causou sérios problemas na coluna vertebral, o que acabou por ditar uma paralisia parcial.

Corredora habitual, Hannah Gavios não baixou os braços e colocou na sua mente que iria correr a Maratona de Nova Iorque, a Maratona da sua cidade, já que é do bairro de Queens, um dos locais onde a prova passa.

LEIA TAMBÉM
Ginette Bedard terminou a maratona de Nova Iorque com 86 anos
Quarto lugar de Nancy Kiprop em Nova Iorque significa mais escolarização no Quénia

Dois anos depois da tragédia, lá estava Hannah Gavios na partida da Maratona de Nova Iorque, em plena Ponte de Verazzanno, um dos locais de sonho de qualquer corredor.

De muletas, a norte-americana correu tendo em vista arrecadar fundos para a Christopher & Dana Reeve Foundation, fundação criada pelo Homem de Aço após a sua queda do cavalo.

A jovem pretendia arrecadar 4000 dólares (3600 euros/16.300 reais), mas conseguiu 22000 dólares (20 mil euros/90 mil reais), o que demonstra o êxito da sua corrida.

Hannah Gavios foi a última classificada da Maratona de Nova Iorque

Em relação a sua corrida, a partir do quilómetro 30 foi realizada já com o trânsito em pleno funcionamento. No entanto, nem isso impediu Harry Gavios de alcançar o seu objetivo (correu com o seu pai e irmã), sendo recebida em festa na chegada.

LEIA TAMBÉM
Apenas 19 homens correram mais rápido do que Shalane Flanagan na Maratona de Nova Iorque

«Era já muito tarde, de noite e a corrida há muito tinha terminado. Pensava que todos já estavam em casa. Qual não foi a minha surpresa quando vi mais de 500 pessoas na meta, sempre a me apoiar», afirmou a norte-americana à imprensa local. Entre elas, a vencedora da corrida há dois anos, a norte-americana Shalane Flanagan, mas também o diretor da prova, que lhe entregou a medalha de finisher.

Hannah Gavios finishes the 2019 NYC Marathon

Three years ago, Hannah Gavios suffered a spinal cord injury when she fell over 150 feet from a cliff as she tried to escape an attacker.She just finished her second NYC Marathon since the incident.

Publicado por ESPN em Domingo, 3 de novembro de 2019

Entre lágrimas, Harry Gavios, última classificada da Maratona de Nova Iorque, terminou a sua corrida em 11h20m32.

«Foi uma longa viagem através da dor. Espero que esta caminhada sirva de inspiração às pessoas que vivam a mesma situação do que eu.»

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.