A queniana Valary Jemeli Aiyabei foi a grande vencedora da Maratona de Frankfurt, com o recorde da prova, numa corrida em que Avelino Eusébio alcançou o melhor tempo do ano da distância.

Valary Jemeli Aiyabei é a nova recordista da Maratona de Frankfurt, após correr os 42,195 km em 2h19m10, a primeira mulher a baixar das 2h20 na cidade alemã. Nas posições seguintes ficaram as etíopes Alemu Kebede e Wondimagegn Assefa, com 02h21m10 e 02h22m11, respetivamente.

Com este resultado, a cidade de Frankfurt é a sétima cidade mais rápida do Mundo no feminino em relação aos melhores tempos de sempre na Maratona:

  • Chicago: 2h14m04 (2019)
  • Londres: 2h15m25 (2003)
  • Dubai: 2h17m08 (2019)
  • Berlim: 2h18m11 (2018)
  • Istambul: 2h18m35 (2018)
  • Roterdão: 2h18m58 (2012)
  • Frankfurt: 2h19m10 (2019)

Como podemos verificar, só este ano, três cidades registaram novas marcas mundiais, numa clara prova de que vivemos um momento único na Maratona, muito devido a tecnologia associada aos ténis, um dado que está a levantar uma enorme discussão no Mundo da Corrida desde que Eliud Kipchoge correu a distância em menos de 2h00.

LEIA TAMBÉM
Poderá o doping tecnológico ter chegado ao Atletismo?

Avelino Eusébio brilhou na Maratona de Frankfurt

Entretanto, na prova masculina, destaque para o português Avelino Eusébio (28 anos), 33.º colocado com o tempo de 2h18m50, precisamente na sua primeira Maratona, uma semana depois de Rui Teixeira também ter feito a sua estreia, concretamente na Maratona de Lisboa, onde foi o melhor português.

Com este tempo, Avelino Eusébio registou a melhor marca na Maratona no presente ano civil de um português, que estava na posse de Rui Pinto (2h19m09, em Hamburgo).

Avelino Eusébio brilhou em Frankfurt
Avelino Eusébio brilhou em Frankfurt

O vencedor da corrida foi o etíope Fikre Bekele Tefera, com 2h07m08, à frente do compatriota Dawit Arega Wolde (2h07m10) e de Aweke Ayalew Yimer, do Bahrain (2h07m12).

Top 5 das marcas nacionais do ano na Maratona:

  • Avelino Eusébio: 2h18m50 (Frankfurt)
  • Rui Pinto: 2h19m:09 (Hamburgo)
  • Samuel Barata: 2h24m15 (Tóquio)
  • José Sousa: 2h24m16 (Düsseldorf)
  • Rui Teixeira: 2h25m14 (Lisboa)