A norte-americana Shalane Flanagan conseguiu terminar com êxito o seu desafio de correr as seis Majors deste ano em menos de 3h00. Tudo isso no espaço temporal de 42 dias.

Após 2h38m32 em Berlim (leia aqui), 2h35m04 em Londres (leia aqui), 2h46m39 em Chicago (leia aqui), 2h40m34 em Boston (leia aqui) e 2h35m14 na “Maratona de Tóquio” (na verdade, a norte-americana correu uma Maratona em Portland – leia aqui), Shalane Flanagan correu a Maratona de Nova Iorque no domingo em 2h33m32, ou seja, a sua sexta Major em menos de 3h00, terminando assim com êxito o seu desafio.

Ou seja, foi precisamente na última Major, e com o maior intervalo entre as provas, que a norte-americana alcançou o seu melhor tempo, apenas uma prova da importância do descanso numa corrida.

O equipamento de Shalane Flanagan em Nova Iorque, na sua sexta Major em 42 dias
O equipamento de Shalane Flanagan em Nova Iorque, na sua sexta Major em 42 dias

Recorde-se que Shalane Flanagan foi a vencedora da Maratona de Nova Iorque de 2017, com o tempo de 2h26m53, um triunfo que foi histórico para a corredora e para o seu país, que não vencia a prova desde 1977 (Miki Gorman, com 2h43m10. Curiosamente, vencedora da corrida em 1976, com 2h39m11, na ocasião, recorde da prova).

FOTO: Instagram