Na Meia-maratona de Granollers, um atleta cego terminou a prova com a ajuda de dois corredores do pelotão, tudo devido à impossibilidade do guia terminar a corrida.

No quilómetro 18, o guia de Enrique Ortega teve de desistir da Meia-maratona de Granollers (evento que já contou com vários nomes do Atletismo mundial, como Haile Gebrselassie, em 2005 e 2006), já que não aguentava mais o ritmo da corrida. Um imprevisto que colocaria em causa todo o trabalho do atleta cego nos últimos meses.

LEIA TAMBÉM
Gene Dykes registou um novo recorde do mundo nos 50 km aos 73 anos

«Quando estávamos a correr, o guia perguntou se não poderíamos ajudar Enrique a terminar a prova, já que ele não conseguiria. Nem pensei duas vezes», revelou Alberto López, que corria a sua primeira Meia e tinha como objetivo correr em menos de 1h30, ao site Soria Noticias

O atleta cego Enrique Ortega explicou a López e Jesús de Miguel como os dois atletas o deveriam guiar e lá foram os três até a meta

«Adaptei-me ao ritmo de Enrique, já que ele corria um pouco mais lento», referiu López. 

No final, a história foi mais do que feliz, já que o atleta cego Enrique Ortega terminou com o tempo de 1h38m04 e Alberto López conseguiu terminar abaixo da 1h30, concretamente 1h29m26.

No entanto, como referiu o corredor anónimo que ajudou um invisual, «o tempo era o de menos».