Tommy Rivers Puzey Facebook

Depois de muitos dias de incerteza, em que chegou a pensar-se na possibilidade do triatleta e ultra-runner ter contraído COVID-19, eis que o diagnóstico definitivo finalmente chega: Tommy Rivers padece de um tipo de cancro extremamente agressivo, de nome Linfoma Extradonal Tipo Nasal de Células T/NK.

A confirmação do linfoma foi dada pela própria mulher do ultra-runner, Steph Rivers, que, através das redes sociais, deixou o desabafo que «não seria o Rivs se não fosse raro e agressivo».

LEIA TAMBÉM
Jan Frodeno deixou de comer carne há quatro anos e explica porquê

«O meu marido foi diagnosticado com Linfoma Pulmonar Primário de Células T NK, algo de que se suspeitou durante este tempo todo, ainda que, por ser algo muito raro e nem sequer haver quaisquer sintomas nos pulmões de Rivs, levou-nos a explorar outras opções, ainda antes da Clínica Mayo nos apresentar o seu  diagnóstico final», escreveu a mulher do triatleta.

Os prognósticos para este tipo de cancro são, normalmente, muito pessimistas, ainda que, e por mero acaso, tenhamos encontrado um grupo de médicos que não só adoram Rivs como entendem a sua força mental e física. Sendo que, no dia de hoje, já lhe aplicaram elevadas doses de quimioterapia, conscientes de que durante toda a sua vida ele treinou o seu corpo e mente para lutar esta batalha».

Recorde-se que Tommy Rivers é uma figura muito conhecida na comunidade de corredores americanos e pai de três crianças.

Nas redes sociais, o ultra runner e triatleta é mesmo carinhosamente chamado de Puzey ou Tommy Rivs.