Sif Bendix Madsen

A notícia é ainda mais triste devido à idade da atleta – apenas 18 anos. Falamos da dinamarquesa Sif Bendix Madsen, que, juntamente com o seu treinador, acaba de ser suspensa por doping.

O caso foi tornado público no passado dia 4 de março, dia em que a Agência Anti-Dopagem da Dinamarca (DIF) anunciou o veredito do processo relacionado com o ex-diretor desportivo da Federação de Triatlo da Dinamarca, Michael Krüger, mas também com a jovem triatleta Sif Bendix Madsen.

Suspenso preventivamente desde o dia 28 junho, Krüger ficava então a saber que tinha sido considerado culpado de utilizar métodos que violam as leis antidopagem e que terá aplicado a Sif Bendix Madsen quando esta tinha apenas 17 anos.

Por este motivo, o ex-diretor técnico foi condenado a quatro anos de suspensão, ao passo que Madsen foi condenada a um ano.

Que tipo de doping?

Segundo terá ficado provado no inquérito instaurado pela DIF, a atleta terá recebido uma injeção com uma solução salina de 500 mililitros. Substância que, diga-se, não está sujeita a penalização, a não ser pelas quantidades que a triatleta dinamarquesa tomou.

De acordo com as regras anti-dopagem, os atletas estão proibidos de receber infusões ou injecções intravenosas de mais de 100 mililitros, em menos de 12 horas. O que faz com que a situação vivida por Madsen não seja dopagem no tradicional sentido do termo, mas pelas quantidades ingeridas.

LEIA TAMBÉM
Gwen Jorgensen: do Triatlo para a Maratona, da Maratona para… os 10.000 metros

De referir ainda que a única razão por que a triatleta não teve pena mais pesada, ou idêntica à do seu responsável técnico, terá sido o facto de ter apenas 17 anos na altura do sucedido e desconhecer a ilegalidade daquilo que estava a acontecer.

Quanto à aplicação das penas, começaram a contar desde que treinador e atleta foram suspensos, a 28 de junho de 2019.

Quem é Sif Bendix Madsen?

Embora ainda jovem, Sif Bendix Madsen já é vista, há algum tempo, como uma das principais promessas do Triatlo mundial. Desde logo, porque, depois de ter ingressado neste desporto em 2014, vinda de um percurso competitivo na natação, foi chamada à selecção juvenil de Triatlo da Dinamarca sem ter disputado oficialmente qualquer prova do género!

Ainda assim, Madsen não podia ter tido melhor começo, já que estreou-se ganhando na sua categoria para, a partir daí, somar triunfos consecutivos, com um dos momentos mais significativos a ser a conquista da medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2018, a que se seguiu ainda o ceptro de campeã da Europa.

A par destas conquistas no Triatlo, Sif Bendiz Madsen também ostenta a melhor marca dinamarquesa na sua categoria, nos 10 km de Crosse, com o tempo de 36m13.

LEIA TAMBÉM
As 10 dicas de Beatriz Ferreira para praticarmos do melhor modo o Triatlo Xterra

Como objetivo, a jovem triatleta dinamarquesa assumiu já querer vir a ser a melhor do mundo no Triatlo feminino de curta distância e poder vir a viver do desporto. Sendo que, dos planos, faz ainda parte a intenção de conseguir ser campeã olímpica.

Resta saber se, com este percalço, algum dos sonhos não ficará hipotecado…

FOTO: FACEBOOK