Em Clemont, na Flórida, Estados Unidos, Shaunae Miller-Uibo correu pela primeira vez na sua carreira os 100 metros em menos de 11 segundos. A campeã olímpica nos 400 metros é a quarta atleta de sempre a alcançar Sub-11 nos 100m, Sub-22 nos 200m e Sub-49 nos 400m.

Shaunae Miller-Uibo correu o hectómetro em 10s98, em Clermont, mais um registo de sonho da atleta das Bahamas, um dos grandes nomes do Atletismo da atualidade. Antes, nas eliminatórias, a velocista já tinha alcançado a sua melhor marca pessoal, concretamente 11s03, o que veio a melhorar na final.

Aos 26 anos, Shaunae Miller-Uibo tem agora os seguintes melhores tempos:

  • 100 metros ➜ 10s98
  • 200 metros ➜ 21s74 (agosto de 2019, em Zurique)
  • 400 metros ➜ 48s37 (no Mundial de Doha, também em 2019, quando ganhou a medalha de prata da volta completa a pista)

Recorde-se que a corredora da Bahamas é a detentora do recorde do Mundo nos 300 metros, feito que alcançou durante a Golden Spike de Ostrava, no ano passado.

Na ocasião, Miller-Uibo apresentava 35s45 na distância. No entanto, na República Checa, a atleta de Bahamas vooualcançou o tempo de 34s41, superando o anterior melhor registo do Mundo, que era de 35s30 e estava na posse da mexicana Ana Guevara desde 2003.

Como curiosidade, de referir que a nova figura do Atletismo mundial apresenta melhores registos do que o seu companheiro, Maicel Uibo, da Estónia, atleta do decatlo (também medalha de prata no Mundial de Doha, no ano passado):

  • 100 metros ➜ 10s98 (+1.4) – 10s99 (+1.8)
  • 400 metros ➜ 48s37 – 50s18

No dia seguinte ao Sub-11 nos 100 metros em Clemont, Shaunae Miller-Uibo registou 21s98 nos 200 metros. Entretanto, na prova masculine, o vencedor foi Noah Lyles, com 19s94.