Em Espanha, o futebolista do Sevilha Sergio Reguilón causou alguma polémica a lamentar a velocidade máxima da sua passadeira, concretamente 20 km/h, que não o permitia treinar como no futebol.

No programa El Partidazo, da Movistar+, Sergio Reguilón revelou que «correr a 20 quilómetros por hora era uma mer…», lamentando deste modo que a sua passadeira não conseguisse apresentar uma maior velocidade.

«É uma velocidade insuficiente para reproduzir o esforço que apresento numa partida de futebol.»

Uma declaração que causou furor no Mundo da Corrida de Espanha, já que, correr a 20 km/h, significa correr a 3m00 por quilómetro.

Quem fez questão de mostrar a sua surpresa foi o ex-futebolista Álvaro Arbeloa, hoje corredor. Inclusive, o ex-jogador do Real Madrid desafiou Reguilón a correr na passadeira o máximo que conseguisse a velocidade de 20 km/h.

LEIA TAMBÉM
Alemão fixa novo recorde do mundo dos 50 km… em passadeira

Um desafio que foi aceite pelo futebolista do Sevilha, que, nas suas redes sociais, mostrou quanto tempo correu a 20 km/h, concretamente 12 minutos (veja aqui o vídeo completo), um período temporal realmente significativo, algo que muitos corredores, mesmo alguns profissionais, não aguentariam em termos de ritmo.

No programa El Partidazo, o defesa do clube da Andaluza revelou que, em tempos de quarentena, está a realizar treinos de duas horas por dia, treinos «bastante duros».

«Na passadeira coloco a velocidade a 20 km/h porque é o seu máximo e tenho de correr uns três minutos a essa velocidade para sentir o sufoco que sinto quando estou a jogar uma partida (…) Faço muitas séries a 20 km/h porque é a única forma de sentir um ponto de cansaço similar ao de um jogo», afirmou na ocasião.

Reguilón revelou também durante o programa que, num jogo de futebol, chegou a alcançar a velocidade de… 35 km/h!

LEIA TAMBÉM