Caminhar 2020

Perder peso é, frequentemente, uma das razões que leva as pessoas a começar a correr. No entanto, também não é menos verdade que, muitas vezes e devido a uma má abordagem, este torna-se um objetivo, se não impossível, pelo menos muito difícil de alcançar. Razão pela qual, aqui nos Corredores Anónimos, decidimos dizer-lhe aquilo que mais ajuda a perder gordura.

Além de uma questão estética, especialmente agora que estamos no Verão, o excesso de peso acaba sendo um fator prejudicial também na prática da corrida. Desde logo devido ao esforço extra que exige, assim como à sobrecarga que significa para músculos e articulações.

Por todos estes motivos e mais alguns, torna-se necessário, senão mesmo imprescindível, reduzir e controlar o peso, diminuindo a massa gorda. Algo só possível dando atenção também à alimentação.

A importância da alimentação

Especialmente no caso dos corredores que procuram perder peso, aquilo que se come, e como se come, pode representar a diferença entre o sucesso e o insucesso neste objetivo.

LEIA TAMBÉM
Youtuber britânico correu todos os dias durante nove meses para perder peso

Assim, e como primeiro princípio, é preciso não só comer bem, mas também e apenas o necessário.

Afastada deve ser a chamada alimentação não-saudável, a qual contempla pouca proteína mas inclui muita gordura e hidratos, fazendo-nos comer em maior quantidade para conseguirmos suprimir as nossas necessidades em termos de ingestão de proteínas.

Quanto aos alimentos processados, como os batidos, sumos, alguns cereais e carnes ou até mesmo pizzas, apenas servem para enganar e provocar alterações no nosso sistema de controlo do apetite, além de afetarem negativamente o nosso sistema imunológico.

No caso específico do desportista, os carboidratos são o elemento imprescindível, sem o qual o nosso organismo dificilmente funcionará corretamente. Ao mesmo tempo que a hidratação, é a melhor ajuda ergogénica.

A alimentação variada é um aspecto muito importante na vida de um corredor, mesmo que amador
A alimentação variada é um aspecto muito importante na vida de um corredor, mesmo que amador

Importante é também não centrar os esforços no adelgaçar, inclusivamente perdendo massa muscular, tão necessária para correr e sem a qual dificilmente será possível ter o mesmo rendimento.

Garantidamente, uma má alimentação e pouco exercício dificilmente não desembocarão em obesidade e, depois disso, em depressão. Pelo que, e segundo afirmam os especialistas, o mais correto para impedir o aparecimento da obesidade e da depressão é seguir o estilo de dieta mediterrânica, aumentar a atividade física, ter atenção ao sono, manter uma vida social e ir mudando as rotinas.

Como perder gordura

Embora exista a ideia pré-feita de que basta andar um pouco, todos os dias, para perder peso e gordura, a verdade é que importa fazer uma diferenciação clara entre dois tipos de atividade: as que fazem parte do limiar anaeróbico, ou seja, as atividades desportivas que requerem um esforço intenso, e as do limiar aeróbico, atividades que podem ser feitas durante horas seguidas com pouca fadiga ou exaustão.

LEIA TAMBÉM
Sabia que pode perder peso apenas a caminhar?

Assim, caminhar sem aumentar a frequência cardíaca dificilmente resultará em queima de gordura, tal como não levará a um adelgaçamento ou, até mesmo, a uma melhoria da capacidade física. Estas são as atividades do limiar aeróbico.

Para perder efetivamente matéria gorda, a única solução é aumentar o ritmo ou até mesmo começar a correr devagar. Sendo que, quanto mais se aumentar a intensidade, maior será a queima, entrando progressivamente no limiar aeróbico.

No caso de querermos fazer desporto dentro de casa, a recomendação é que se comece suavemente e vá evoluindo na intensidade progressivamente, de preferência fazendo o seguimento da atividade física através do recurso a um dispositivo eletrónico.