Maratona de Atenas

As autoridades gregas acabam de autorizar a realização da Maratona de Atenas 2020 no dia 8 de novembro, ao mesmo tempo que confirmaram a entretanto adiada Meia-maratona, que devia ter tido lugar em março, para 20 setembro.

Com a Grécia a dar mostras de conseguir conter, pelo menos até ao momento, a disseminação da pandemia de coronavírus, as autoridades gregas confirmaram a realização das provas nas datas propostas pela organização, ainda que sujeitando a sua realização à aplicação do plano sanitário de proteção de todos os envolvidos.

LEIA TAMBÉM
Maratona de Paris 2020 novamente adiada… para novembro

Assim, e a começar pela Maratona, que este ano não poderá ter mais de 10 mil inscritos, o pelotão terá de ser dividido em dois grupos de cinco mil atletas cada, já que esse é o número máximo permitido pelas autoridades para corridas de estrada.

No dia da corrida, os dois grupos partirão com uma hora de diferença.

Num fim-de-semana em que a organização da Maratona de Atenas prevê a participação de um total de 30.000 corredores, definido ficou ainda que a organização não fará quaisquer convites oficiais a atletas de elite estrangeiros. Sendo que os corredores amadores estrangeiros que desejem participar na Maratona deste ano poderão inscrever-se, ainda que sujeitos a quaisquer potenciais restrições a viagens que possam estar em vigor na altura.

Numa edição em que serão aceites menos participantes que, por exemplo, em 2019, ano que terminaram a Maratona de Atenas 17 mil participantes, garantido está que não haverá qualquer gala de atribuição de prémios, mantendo-se apenas o simpósio para diretores de corrida provenientes de várias partes do mundo.

Com a decisão de realizar a edição deste ano, o organizadores da Maratona de Atenas contrariam, assim, um ano que está a ser devastador para as corridas em todo o mundo. E que, recorde-se, já levou ao cancelamento de inúmeras provas, entre as quais metade das Maratonas da World Marathon Series: Boston, Nova Iorque e Berlim.

Quanto a Londres, mantém a data de 4 de outubro, embora continuem a ser muitas as dúvidas sobre a sua realização.