Sem atletas africanos, Luís Saraiva e Solange Jesus venceram a Meia-maratona do Porto, que contou este ano com 5.000 atletas.

No primeiro evento de massa da Run Porto após a paragem provocada pela pandemia, a Meia-maratona do Porto, selo de bronze da World Athletics, tevem como vencedores Luís Saraiva (Sp. Braga), com 1h03m11, e Solange Jesus (individual), com 1h15m43.

No masculino, nas posições seguintes do pódio ficaram Filipe Vitorino, com 01h04m35, e Fábio Oliveira, com 01h04m36. Já atrás de Solange Jesus ficaram Sara Duarte, com 01h15m56, e Vanessa Carvalho, com 01h16m08.

Recorde-se que, recentemente, Luís Saraiva conquistou o título nacional de estrada (leia aqui).

«Felizmente, as coisas correram melhor do que aquilo que eu estava à espera. Esta semana estive com gripe, mas consegui recuperar e as pernas reagiram bem. Fiz uma boa prova, mesmo tendo corrido sozinho. Consegui um bom ritmo e estou contente», afirmou o atleta da equipa do Minho. «Tinha noção que estava a andar a um bom ritmo. Nos últimos quilómetros estava a sentir que podia baixar da uma hora e três, mas já trazia bastante atraso e não consegui baixar aqueles sete segundos. Mas cruzar a meta foi uma alegria enorme. Vinha com a ideia de andar bem e tendo feito este resultado sozinho de início até ao fim deixa-me muito satisfeito e com a certeza de que em breve farei resultados muito bons.»

Luís Saraiva falou ainda sobre a ausência de atletas africanos:

«Não tivemos africanos de alto nível, mas esta é uma Meia que me deixa deliciado. O percurso é muito positivo. O único entrave é talvez o vento, mas é bastante rolador e dá para fazer marcas muito acessíveis. Além disso tivemos o apoio de fora, que foi sensacional. É isto que nós queremos e nos faz trabalhar diariamente.»

A prova deste ano ficou marcada pela partida mais cedo (8h00, uma hora antes do que o normal) e por algumas regras impostas pelas autoridades de combate à pandemia.

Em 2019, os vencedores foram o ugandês Maxwell Kortek Rotich, com 1h01m14, e a queniana Antonina Kwambai, com 1h09m42.

Foto: Facebook