Lolo Jones EUA

Que o sexo faz bem à saúde, todos os sabemos. No entanto, e no caso particular dos atletas, a sua prática regular poderá ser mesmo uma vantagem. Pelo menos no entender da atleta olímpica norte-americana Lolo Jones, que se confessou virgem aos 37 anos e, por isso, em desvantagem.

Reconhecida, em particular nos EUA, como uma das mais mediáticas atletas olímpicas norte-americanas, Lolo Jones começou por causar sensação quando, em 2012, anunciou publicamente a sua intenção de se manter virgem até ao momento do casamento.

Bonita e com um corpo esculpido pelo exercício físico, a decisão da velocista, especialista nos 100 metros barreiras, foi então comentada em muitos sectores de uma sociedade onde vários desportistas profissionais decidiram tomar a mesma posição pública.

O reconhecimento do erro?

Contudo, apenas oito anos após o anúncio, Lolo Jones decidiu voltar ao assunto. Desta feita, para confessar, em entrevista ao actor Kevin Hart, que considera ter sido um erro tornar pública a decisão de assumir um voto de castidade.

Tornar essa decisão pública acabou com qualquer possibilidade de ter um encontro amoroso com alguém… Deixei de ter qualquer possibilidade de viver uma experiência desse tipo… O que lamento.

Ainda sobre a decisão, Lolo, que fez parte dos convidados do programa Cold as Balls, no qual Kevin Hart entrevista famosos ao mesmo tempo que vão tomando banho em água gelada, explicou que a virgindade garante-lhe «um maior nível de intensidade quando em prova, uma vez que não tenho outra forma de escape».

Contudo, e ao mesmo tempo, a norte-americana também considera estar em desvantagem face às adversárias, pois «ter relações sexuais realmente ajuda-nos enquanto atletas, enquanto atletas femininas. É bom para as nossas hormonas… O que, no meu caso, leva a que eu parta sempre em desvantagem».

LEIA TAMBÉM
Correr uma Maratona dá anos de vida ao sistema vascular

Decisão mantém-se… ainda assim

Embora consciente desta realidade, Lolo Jones não deixou, ainda assim, de reafirmar a sua decisão. Pelo que, embora já com 37 anos, garante que manter-se-á virgem até ao casamento.

Depois de já ter participado nos Jogos Olímpicos de Pequim de 2008, Londres 2012 e nos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, em 2014, a norte-americana prepara-se para marcar presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio, ainda este ano. Onde, a crer nas suas palavras, se apresentará virgem, mas pronta para tentar contrariar a referida desvantagem face às adversárias…

LEIA TAMBÉM