O italiano Lamont Marcell Jacobs é o sucessor de Usain Bolt nos 100 metros (vencedor dos Jogos em 2008, 2012 e 2016), um triunfo inesperado e que colocou novamente um europeu no lugar mais alto do pódio do hectómetro.

O último europeu a vencer os 100 metros nos Jogos Olímpicos foi o britânico Linford Christie, em Barcelona 1992. A história foi reescrita agora em Tóquio pelo italiano Lamont Marcell Jacobs, que, na meia-final, já tinha superado o recorde europeu nos 100 metros, com 9s84 (o anterior registo era de 9s86, do português Francis Obikwelu e do francês Jimmy Vicaut).

No entanto, e para vencer a medalha de ouro, o italiano voltou a superar o registo do continente, vencendo a prova com 9s80. Atrás ficaram o norte-americano Fred Kerley, com 9s84, e Andre de Grasse, do Canadá, com 9s89.

O britânico Zharnel Hughes, campeão europeu em título, foi desqualificado devido a uma falsa partida.

LEIA TAMBÉM
Elaine Thompson é campeã olímpica nos 100 metros

De referir que, momentos antes da final dos 100 metros, outro italiano ganhou a medalha de ouro na sessão de hoje do Atletismo, Gianmarco Tamberi, no salto em altura. Após Lamont Marcell Jacobs cruzar a meta dos 100 metros, Tamberi foi de imediato comemorar a segunda medalha de ouro italiana do dia.