Campeão do mundo de Orientação, o suíço Matthias Kyburz é o novo detentor do recorde do mundo dos 50 km na passadeira, superando a anterior marca, que estava na posse do alemão Florian Neuschwander.

O tempo a ser batido era de 2h57m25, ou seja, Matthias Kyburz tinha de correr a um ritmo mais baixo que 3m33 por quilómetro.

E foi o que conseguiu, já que Matthias Kyburz correu os 50 km em 2h56m35, ou seja, a um ritmo de 3m32 por quilómetro (média de 16,99 km/h).

O que impressionou na corrida de Matthias Kyburz foi ter mantido, para além dos 30 quilómetros, o ritmo, concretamente 3m30/km.

Apesar de ter cedido nos quilómetros finais, a vantagem que conseguiu alcançar antes foi suficiente para obter o sonhado recorde do mundo dos 50 km na passadeira, um desafio que decidiu fazer por estar confinado em casa devido a pandemia do coronavírus.

No final, visivelmente satisfeito com o seu tempo (algo inesperado, já que nunca tinha corrido mais de 35 quilómetros…), o suíço, de 30 anos, uma lenda na Orientação, comentou:

«É incrível ter conseguido fazer isto.»

Como referiu antes à imprensa do seu país, Matthias Kyburz começou a ceder a partir dos 30 km, com o momento crítico a passar no 38.º quilómetro, quando se sentiu tonto. No entanto, acabou por se recuperar e, após mais 12 quilómetros, lá conseguiu alcançar o seu grande objetivo.

«Vou para casa, como todos devem fazer, e deitar-me no sofá, onde vou comer bastante chocolate», concluiu matthias Kyburz após correr 50 km na passadeira.

LEIA TAMBÉM