Figura de proa da corrida em montanha, Kilian Jornet decidiu homenagear Joshua Cheptegei que, no passado fim-de-semana, bateu o recorde mundial dos 5.000 metros. O espanhol correu ao ritmo imprimido pelo ugandês. Pelo menos algumas voltas…

«Quando era adolescente, eu tinha duas fotografias no meu caderno: uma de Stéphane Brosse [alpinista e esquiador francês] e outra de Kenenisa Bekele. Nessa foto, Bekele ostentava a camisola cinzenta, com a qual derrubou o recorde do mundo dos 5000 metros. Agora, Cheptegei correu essa mesma distância quase dois segundos mais rápido, em 12m35», escreve Kilian Jornet num post publicado na sua conta de Instagram.

«Quando vês estas corridas na televisão (e sobretudo na internet), quase parece que os atletas não estão a fazer qualquer esforço, tornando-se difícil darmo-nos conta o quão rápido correm. No entanto, se te deslocares a uma pista de Atletismo e tentares correr uma só volta num minuto, ou até mesmo só 100 metros em 15 segundos, perceberás o quão rápido é correr à velocidade a que eles correm, durante 5 km, ou seja, 12,5 voltas a pista, ou 50 vezes os 100 metros», conclui o espanhol.

LEIA TAMBÉM
Kilian Jornet com conselhos para descer uma montanha sem… cair

De resto, e «inspirado pelas incríveis atuações no Mónaco [principado onde teve lugar a recente etapa da Liga Diamante e o derrube do recorde]», Jornet decidiu voltar à pista «após um par de meses afastado», precisamente para demonstrar o quão rápido Cheptegei teve de correr para conseguir derrubar o recorde do mundo dos 5000 metros.

«Como estou a recuperar de lesão, apenas fiz algumas, poucas, repetições, até para não ter uma recaída. Embora tenha sabido bem fazer algum trabalho de velocidade de novo», sentenciou.

Momento que, acrescente-se, ficou registado num vídeo que aqui reproduzimos e que, sem dúvida, vale a pena ver!…