Sociólogo de profissão e atleta por paixão, João Paulo Félix prepara-se para cumprir a Volta a Portugal a Correr 2021, com uma média de 55 km em 40 dias consecutivos. No total, 2.203 km como forma de alerta para os Direitos das Crianças.

Atleta com uma já grande experiência, conforme demonstram os 6.869 quilómetros já cumpridos em prol das mais variadas causas, João Paulo Félix prepara-se para enfrentar mais um desafio gigante e que o levará a correr um total de 2.203 km ao longo de 40 dias pelos caminhos de Portugal.

A Volta a Portugal a Correr 2021 começa na Praia da Areia Branca, distrito da Lourinhã, no dia 15 de abril, com o atleta de Salvaterra de Magos a cumprir os primeiros 65 km até São João das Lampas, Sintra.

LEIA TAMBÉM
João Paulo Félix: «Continuo à procura de apoios para correr as três maiores estradas do mundo»

A partir daí, seguem-se 40 dias seguidos na estrada, com o veterano atleta a cumprir médias diárias entre os 43 km (Viana do Alentejo – Évora ou Azibo – Bragança) e os 66 km (Azinhal – Mértola). Para terminar, em princípio no dia 23 de agosto de 2021, o percurso entre Caldas da Rainha e Praia da Areia Branca, num total de 55 quilómetros.

No momento em que ultrapassar a linha de chegada, João Paulo Félix terá somado um total de 2.203 km a correr.

Apesar da dimensão do desafio, a verdade é que João Paulo Félix é um ultrarunner já experiente nas grandes distâncias, conforme demonstra o completar de desafios como Porto-Lisboa a Correr: da Foz do Douro à Foz do Tejo, num total de 360 km em apenas seis dias, mas, principalmente, da Volta a Portugal a Correr 2020, em que fez um total de 1.302 km em 25 etapas.

A par destas e de outras iniciativas, sempre em defesa de causas nobres, o atleta natural de Salvaterra de Magos já fez, igualmente, a icónica Estrada Nacional N.º2 a correr, num total de 739 km, cumpridos em 14 etapas seguidas (foi aliás o primeiro atleta a correr a N2), além de ter realizado distâncias mais pequenas, como foi o caso dos 202 km da Volta a Portugal a Correr – Madeira 2020 em apenas quatro dias ou da ligação entre Tróia e Sagres a correr, num total de 224 km, cumpridos em quatro dias e em regime de autonomia total.

Agora, é chegado o momento do maior desafio de todos