Atualmente com 58 anos, Heather Knight Pech realiza hoje em dia as melhores marcas da sua já longa carreira, tendo por exemplo terminado a Meia-maratona Trials of Miles com um ritmo de 4m09/km.

Numa altura em que caminha a passos largos para os 60 anos, Heather Knight Pech continua a levar a corrida muito a sério, já que revela um extremo cuidado com tudo o que rodeia a corrida.

Segundo explica a própria aos meios de comunicação, Knight Pech dorme invariavelmente nove horas por noite, desenvolve o seu treino em conjunto com um nutricionista e consulta o seu fisioterapeuta uma vez por semana, além de encarar, de forma quase religiosa, todo o trabalho de flexibilidade e força.

«As pessoas olham para mim e pensam que eu sou louca»”, brinca Heather, que, sempre que faz uma viagem longa de carro, aproveita para colocar uma bola de lacrosse sob o tendão da coxa para o exercitar. Ou então, e enquanto espera um pedido no restaurante, aproveita para esticar os músculos dos quadris.

As grandes coisas

Mas se estas são as pequenas coisas que fazem de Heather uma atleta de exceção, importa dizer que a norte-americana aplica-se de igual forma nas grandes coisas. No seu caso, entre 130 e 140 quilómetros de corrida por semana enquanto preparação para uma Maratona, a que junta ainda cansativos exercícios físicos a meio da semana (por exemplo, 15 x 1 km de séries).

LEIA TAMBÉM
Tommy Hughes com recorde do mundo (59 anos ou mais) na Maratona

Grande é também o esforço ao fim-de-semana, sendo que, durante os treinos para a Maratona, costuma realizar uma corrida longa entre 16 e 20 quilómetros, sempre no mesmo passo (algo a que chama, carinhosamente, o aquecimento), para em seguida fazer mais 10 a 13 km a ritmo de Maratona, já com as pernas cansadas.

Os resultados

No entanto, a verdade é que o esforço de Heather Knight Pech tem resultado, como demonstra as três vitórias consecutivas da norte-americana no escalão dos 55 aos 59 anos da Maratona de Boston, com os tempos de 3h10m30 (2017), 3h10m15 (2018) e 3h11m31 (2019).

Entretanto, há cerca de um ano, Heather obteve o seu recorde pessoal na distância ao cumprir a Indianapolis Monumental Marathon em 3h00m44. E porque as condições atmosféricas não eram as ideias, a americana ficou com a certeza de que, num dia melhor, teria sido possível fazer um tempo abaixo das três horas!

Ainda este mês, Heather correu a Meia-maratona Trials of Miles, em Rockland State Park, Nova Iorque, terminando com o tempo de 1h27m24, num evento em que apenas participaram 25 homens e 25 mulheres. Este foi o seu melhor tempo na distância.

Transposto para a Maratona, este resultado garantiria um tempo de 3h02m27 nos 42,195 km, resultado que pouco dista dos 3h02m21 que é recorde americano na categoria dos 60-64 anos, na posse de Joan Benoit Samuelson.

Já na categoria dos 55-59 anos, o recorde do mundo está fixado, desde 2019, nas 2h50m36, tendo sido obtido pela norte-americana Jenny Hitchings, na altura com 56 anos, em Nova Iorque.