Com um recorde olímpico e segundo melhor tempo de sempre, Elaine Thompson alcançou a medalha de ouro nos 100 metros dos Jogos Olímpicos de Tóquio, repetindo o seu feito de 2016, quando também venceu o hectómetro no Rio de Janeiro.

A vitória da Jamaica era mais que esperada. Só não se sabia quem seria a vencedora, já que Elaine Thompson e Shelly-Ann Fraser-Pryce apresentaram-se em Tóquio em grande forma.

No final, vitória para Elaine Thompson, com 10s61, com Fraser-Pryce com o registo de 10s74. Na terceira posição ficou Shericka Jackson, também da Jamaica, com 10s76.

LEIA TAMBÉM
Polónia vence a primeira prova dos 4x400m misto do calendário olímpico

De referir que o recorde olímpico estava na posse de Florence Griffith-Joyner desde os Jogos de Seul de 1988 (10s62), Florence Griffith-Joyner que detém o recorde do mundo da distância, com 10s49. Já Fraser-Pryce procurava repetir o feito do seu compatriota Usain Bolt, que conquistou três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos. A jamaicana ganhou em 2008 e 2012 e ficou em terceira no Rio de Janeiro.

Com estes resultados, a Jamaica repetiu o feito da Suíça, que, no mountain bike, também colocou três atletas no pódio. Suíça que colocou duas atletas na final dos 100 metros, um grande feito para o país helvético.

De referir que, entre a primeira colocada e a última, a diferença temporal foi de apenas de 0s51, uma prova do grande nível da prova de Tóquio.