O francês Aurélien Dunand-Pallaz, de 28 anos, é o novo recordista do mundo de D+ em 24 horas após superar a recente marca do compatriota Patrick Bohard.

Aurélien Dunand-Pallaz acumulou 17.217 metros D+ após 81 subidas e descidas com um desnível médio de 28%, num percurso de cerca de 1.700 metros por volta (cerca de 139 km). Este registo superou a corrida de Patrick Bohard, que somou 17.130 metros em 24 horas.

O desafio de Aurélien Dunand-Pallaz, de superar o recorde do mundo D+ em 24 horas, foi acompanhado por milhares de amantes do Trail mundial e nada foi deixado ao acaso, com a possibilidade de acompanhar em direto a corrida do gaulês, que, na sua última volta, foi brindado com uma ovação só destinada aos grandes do desporto mundial.

LEIA TAMBÉM
Pau Capell falha objetivo Ultra Trail du Mont Blanc em menos de 20 horas

«Sempre houve pessoas ao meu lado, corredores, amigos que correram comigo… Inclusive de noite. Subi por 81 vezes o percurso, sei ele de memória. É realmente algo fora do comum e provavelmente algo difícil de entender para alguém que não é desportista (…) O lado mental é o mais importante neste tipo de desafios.»

De referir que, um mês antes da sua façanha, Aurélien Dunand-Pallaz, o agora Rei do D+, venceu o sempre complicado Méribel Trail (51 km, 4020m D +), ou seja, não se pode falar que estava fresquinho para o desafio. O gaulês tem outras vitórias no curriculum, mas também o segundo lugar no MIUT 2018 (115 km / 7200 D+), na Madeira, quando foi apenas superado pelo letão Andris Ronimoiss, conquistando o seu primeiro triunfo em provas Worldd Tour.

Ronimoiss assumiu de vez a primeira posição na passagem entre o Pico Ruivo e o Pico do Areeiro. Em Machico, o letão cortou a linha da meta com o tempo de 13h57m11. Dunand-Pallaz terminou a prova com o tempo de 14h19m05