Zach Miller é um dos ultramaratonistas mais emblemáticos da elite mundial, algo que fica totalmente compreendido no documentário “Zach”, realizado por Billy Yang.

Zack Miller explodiu no cenário do Ultratrail em 2013 quando venceu a JFK 50 Mile Race logo na sua primeira participação numa prova de Trail.

Como podemos ver no documentário, Zack Miller, oriundo de uma comunidade Amish da Pensilvânia, nos Estados Unidos, não estava destinado a se tornar um atleta de alto nível, algo que acabou por contrariar, sendo hoje um dos principais nomes da elite mundial no Trail, um dos nomes mais acompanhado na comunidade de corredores, fruto da sua postura fora da caixa.

LEIA TAMBÉM
Portugal sem provas na nova Spartan Trail World Championship 2021-22

Zach Miller torna-se profissional e, em 2016, foi a estrela do Ultra Trail du Mont Blanc, a prova mais importante da modalidade. Liderou a prova durante todo o momento, cedendo apenas nos 30 km finais, numa história que comoveu toda a comunidade mundial da corrida.

Nos anos seguintes, voltou a correr a prova, sempre com o objetivo de ser o primeiro norte-americano a vencer em Mont Blanc.

Através do documentário de Billy Yang, podemos compreender o quanto o Trail é fundamental para Zach Miller, que corre sempre no seu limite.

Um documentário absolutamente imperdível, com Zach Miller a mostrar muito do que é como pessoa e desportista, um verdadeiro exemplo para qualquer corredor que ambiciona um dia chegar ao topo. Contra todas as previsões, o norte-americano conseguiu superar inúmeras barreiras sociais e alcançou o seu grande sonho, ser um corredor profissional.