Douae Ouboukir, de 23 anos, ganhou pela segunda vez o Campeonato da Catalunha de Corta-mato no fim de semana, um triunfo que seria uma história local se ela não tivesse corrido descalça.

«Adoro correr descalça», afirmou Douae Ouboukir ao jornal Marca após o triunfo no Campeonato da Ccatalunha de Corta-mato, confessando ainda que, após cada corrida realizada descalça, tem como hábito encher uma bacia de água quente com sal para recuperar os pés.

Atleta da CA Sant Just, Douae Ouboukir refere que costuma, sempre que possível, correr descalça, algo que faz desde os 14 anos devido ao conselho do seu treinador, o seu pai.

«Desde que o circuito seja acessível, sem demasiadas pedras, corro descalça. Sinto-me uma pena, ajuda na minha técnica e gasto menos energia

LEIA TAMBÉM
Da corrida com sapatilhas para a corrida descalço

A atleta refere ainda que é necessário treinar muitas vezes descalça para poder correr uma prova de Corta-mato, por exemplo.

«É necessário treinar. E eu treino muitas vezes descalça, por isso os meus pés não sofrem», afirmou ao diário desportivo espanhol.

Estudante de geriatria, Ouboukir sonha disputar uns Jogos Olímpicos, seja nos 1.500, 3.000 e 3.000 metros obstáculos. 

Descalça, como fez em tempos Zola Budd

«Já corri descalça na pista, mas o tartan é mais agressivo. Mas é uma questão de treino e costume.»

Foto: Instagram