Passadeira

Especialmente nesta época de pandemia e confinamento, correr passou a ser, para muitos de nós, uma atividade restringida à passadeira / esteira. Estes são seis passos a seguir.

Ainda antes da pandemia, apontada como uma ótima alternativa em termos de preparação para qualquer corredor, a passadeira / esteira tornou-se para muitos a opção quase exclusiva para manter a forma.

No entanto, e especialmente no caso dos corredores que foram forçados a adotar, mesmo sem qualquer experiência, esta solução, existem algumas dicas ou passos que poderão ajudar a tornar a experiência na passadeira / esteira mais satisfatória. Saiba quais:

  • Aqueça… e arrefeça
    Mesmo não sendo o momento mais excitante do treino, inclusivamente quando no exterior, a verdade é que o aquecimento e o arrefecimento são etapas que também na passadeira / esteira é preciso cumprir. Assim, e mesmo que seja uma chatice, não deixe de fazer os 15 minutos de corrida lenta no início e no fim do treino – seja ouvindo música, vendo televisão ou outra distração…

LEIA TAMBÉM
Florian Neuschwander regista o recorde do mundo dos 100 km na esteira/passadeira

  • Tenha presente os seus ritmos
    A maior parte das passadeiras / esteiras apresentam a velocidade… mas não o ritmo. Assim, e de forma a evitar cálculos desnecessários, descubra as velocidades que encaixam nos ritmos que pretende imprimir ainda antes do treino propriamente dito começar. Por exemplo: quatro minutos por quilómetro equivalem a 15 quilómetros por hora; cinco minutos por quilómetro são 12 quilómetros por hora; seis minutos por quilómetro equivalem a 10 quilómetros por hora, etc. É só fazer as contas com antecedência!…
  • Não se distraia a olhar para baixo
    Por muito tentador que possa ser, não corra na passadeira a olhar para os seus pés, pois não o ajudará em nada na procura da melhor forma, um dos objetivos destes seis passos. De resto, se não corre no exterior a olhar para os pés, por que haveria de fazê-lo na passadeira / esteira?…
John Raneri
Correr na passadeira pode ser psicologicamente cansativo mas estes seis passos poderão ajudar
  • Faça exercícios
    Atenção: não se limite a fazer corridas fáceis na passadeira / esteira, até porque, se esta já é, à partida, desgastante, usá-la só para corridas longas vai fazer com que a odeie ainda mais (e nem estes seis passos o salvarão…) Assim, descubra o seu ritmo, planeie o treino e não deixe de imprimir velocidade ao longo da semana
  • Não corra contra os outros
    No caso de poder fazer passadeira / esteira num ginásio, não se ponha a correr contra outro qualquer cliente, cumpra o seu treino pré-estabelecido. Não interessa se essa pessoa é mais rápida ou mais lenta do que você, o que importa é a sua preparação!
  • Se puder, corra também ao ar livre
    Ok, esta peça é sobre corrida na passadeira / esteira, deixamos-lhe seis passos para que a experiência seja mais satisfatória, mas, ainda assim, se puder, não deixe de fazer uma corrida no exterior! Embora a passadeira/esteira possa ser um excelente apoio, correr no exterior, aproveitando o sol e a sensação de liberdade, só lhe fará bem!