Numa prova de Ultra Trail de 100 quilómetros realizada na província de Gansu, no noroeste da China, 21 atletas morreram devido ao frio.

A Huanghe Shilin Mountain Marathon realizou-se na Floresta de Pedra do Rio Amarelo com 172 participantes. Devido a uma mudança inesperada do tempo, com granizo, chuva gelada e ventos fortes, os termómetros desceram repentinamente e a tragédia aconteceu, com vários corredores a sofrerem de desconforto físico e hipotermia, além de terem desaparecido. 

As autoridades realizaram de imediato buscas, constatando que 21 corredores tinham morrido de frio.

Este é a maior tragédia do Trail a nível mundial. Entre os mortos está o ultrarunning Jing Liang, vencedor das últimas três edições da prova.

Jing Ling foi uma das vítimas da tragédia na China, que provocou 21 mortes numa prova de Trail
Jing Ling foi uma das vítimas da tragédia na China, que provocou 21 mortes numa prova de Trail

Mao Shuzi, um dos corredores da prova, sobreviveu a tragédia após abandonar a prova no quilómetro 24, como referiu à Reuters. 

«A chuva estava cada vez mais forte. Inicialmente fiquei arrependido, pois poderia ser uma chuva passageira. Mas, e quando já estava no quarto do meu hotel e após verificar pela janela os ventos fortes e a chuva intensa, senti-me com sorte por ter abandonado a prova.»