Derara Hurisa corre habitualmente com sapatilhas Adidas, mas o etíope perdeu os seus ténis e correu com umas Nike Vaporfly, vencendo a Maratona de Mumbai. E com recorde do circuito…

A estreia de Derara Hurisa na Maratona foi digna de um argumento de Hollywood. Atleta que corre habitualmente com Adidas, o etíope perdeu os seus ténis na viagem para a Índia.

Concretamente, quando chegou a Mumbai, Hurisa teve o dissabor de saber que a sua bagagem tinha sido extraviado. E, com ela, as suas sapatilhas Adidas, sendo obrigado a pedir uns ténis emprestados ao amigo Abraham Girma, que tinha umas Nike Vaporfly 4% a mais, para correr a Marataona do Mumbai.

Com os ténis novos, a verdade é que o impensável aconteceu, com Derara Hurisa a vencer a Maratona do Mumbai, IAAF Gold Label, com o tempo de 2h08m09, novo recorde da corrida indiana (o anterior registo era de 2h08m35, de Gideon Kipketer, alcançado em 2016).

Atrás ficaram Ayele Abshero (2h08m20) e Brihanu Testome (2h08m26), ou seja, também correram abaixo do ex-melhor tempo da prova.

LEIA TAMBÉM
11 homens correram a Maratona do Dubai em menos de… 2h07

Com o triunfo, Derara Hurisa, um especialista em Corta-mato, levou para casa um cheque de cerca de 54 mil euros, 40 mil pelo triunfo e 14 mil euros pelo novo recorde no percurso.

De referir que os sete primeiros corredores da Maratona do Mumbai, nenhum com Adidas, já que todos calçavam Nike Vaporfly, terminaram com menos de 2h10.

Na prova feminina, a mais rápida na Maratona de Mumbai foi a também etíope Amane Beriso, com 2h24m51, falhando por pouco o tempo do trajeto, com 2h24m33.

Nas posições seguintes ficaram Rodah Jepkorir (2h27m14) e Haven Hailu (2h28m56).

LEIA TAMBÉM