Há dias, e por 0s01, Yomif Kejelcha falhou o recorde do Mundo da Milha de Hicham El Guerrouj. Por isso, o etíope era o centro das atenções na penúltima etapa da IAAF World Indoor Tour, em Birmingham. No entanto, quem brilhou foi o seu compatriota Samuel Tefera, de apenas 19 anos, que superou o registo mundial dos 1500 metros em pista coberta.

 

O tempo a abater era de 3m31s18, que, como acontece na Milha, também estava na posse de El Guerrouj, há precisamente 22 anos (Estugarda, Alemanha). Recorde-se que a lenda do Atletismo mundial, entre 1997 e 1999, superou cinco recordes do Mundo, cinco registos que ainda vigoravam nos nossos dias, concretamente nos 1500 metros e na milha em pista coberta e ao ar livre e nos 2000 metros.

Vigoravam porque um deles foi superado em Birmingham, com todos os olhos focados em Kejelcha. Após a sua espantosa corrida nos Millrose Games, em Nova Iorque, todos acreditavam que o etíope conseguiria finalmente baixar o registo de mais de duas décadas de El Guerrouj.

Mas quem brilhou foi o seu compatriota, Tefera, campeão mundial indoor nos 1500 metros (precisamente em Birmingham, no ano passado), etíope que registou na cidade britânica o tempo de 3m31s04, relegando para a segunda posição Kejelcha (bicampeão do Mundo indoor nos 3000 metros), com 3m31s58, a sua melhor marca pessoal, a terceira de sempre.

Mas a verdade é que o dia era de Samuel Tefera