Rosa Mota Unicef

Atualmente com 61 anos, a campeã olímpica e mundial da Maratona Rosa Mota continua a correr e a vencer. Isto depois de, no domingo passado, ter vencido, pelo segundo ano consecutivo, a Mini-maratona de Macau!

Ainda hoje apontada como uma das melhores maratonistas do séc. XX, Rosa Mota correu os 5.200 metros da Mini-maratona de Macau em 19m31, melhorando, dessa forma, a marca alcançada na edição do ano passado.

Na Mini de 2018, Rosa Mota havia feito mais 02m31, tempo com o qual conquistou, pela primeira vez, o lugar mais alto do pódio em Macau.

LEIA TAMBÉM
Ercília Machado com factos para justificar argumentos contra a federação

Campeã mundial da Maratona em 1987, em Roma, e campeã olímpica, na mesma distância, no ano seguinte, em Seul, Rosa Mota tem sido convidada pela organização da Maratona Internacional de Macau enquanto embaixadora anti-doping.

Campeã olímpica nos Jogos Olímpicos de Seul de 1988, Rosa Mota teve uma carreira repleta de sucessos, tendo disputado um total de 21 maratonas, entre 1982 e 1992. Destas, venceu 14.
Campeã olímpica nos Jogos Olímpicos de Seul de 1988, Rosa Mota teve uma carreira repleta de sucessos, tendo disputado um total de 21 maratonas, entre 1982 e 1992. Destas, venceu 14.

No entanto, e porque, segundo a própria assume, continua a ter vontade de correr e não perdeu o gosto pela competição, tem participado na Mini-maratona, com sucesso assinalável!

Os outros portugueses

Quanto aos outros portugueses que participaram na 38.ª edição da Maratona Internacional de Macau, evento do qual fazem ainda parte a Meia e a Mini, Joana Fonseca terminou os 42,195 km na 14.ª posição.

Já na Meia-maratona, destaque para a portuguesa Carla Martinho, que voltou a terminar, pelo segundo ano consecutivo, os 21,1 km femininos no terceiro lugar.

Atleta do Recreio Desportivo de Águeda, Carla Martinho já venceu a Meia-Maratona de Macau, em 2015
Atleta do Recreio Desportivo de Águeda, Carla Martinho já venceu a Meia-Maratona de Macau, em 2015

Finalmente, na Meia-Maratona masculina, Vítor Oliveira foi quinto.

Os vencedores deste ano

Ainda relativamente à prova-rainha do evento que se realizou este domingo, a vitória nos 42,195 km masculinos coube ao etíope Tafese Abebe, ao passo que, na competição feminina, o primeiro lugar foi para a queniana Esther Karami.