No passado dia 31 de maio terminou o período de qualificação para a Maratona dos Jogos Olímpicos de Tóquio e Portugal qualificou três mulheres para a prova, enquanto o Brasil alcançou apenas qualificação para a prova masculina.

A Maratona feminina dos Jogos Olímpicos de Tóquio está agendada para o dia 7 de agosto, em Sapporo, e Portugal terá na linha da meta três atletas nacionais, enquanto o Brasil não contará com nenhuma corredora:

A situação inverte-se na prova masculina, agendada para o dia 8 de agosto, com Portugal sem representantes e o Brasil com três atletas na Maratona:

  • Daniel do Nascimento, 2h09m05 (Maratona de Lima, 23 de maio de 2021)
  • Paulo Paula, 2h10m08 (Maratona de Sevilha, 23 de fevereiro de 2020)
  • Daniel Silva, 2h11m10 (Maratona de Londres, 28 de abril de 2019)

Com os nomes definitivos da prova, a Maratona masculina terá todos os olhos em si devido ao confronto entre Quénia e Etiópia, concretamente ao duelo entre dois dos nomes maiores da Maratona de sempre, o recordista mundial Eliud Kipchoge (2h01m39) e o detentor do segundo melhor tempo de sempre,  Kenenisa Bekele (2h01m41).

Quénia está representada pelos seguintes atletas:

  • Eliud Kipchoge, 2h02m37 (Maratona de Londres, 28 de abril de 2019
  • Titus Ekiru, 2h02m57 (Maratona de Milão, 16 de maio de 2021)
  • Evans Chebet, 2h03m00 (Maratona de Valência, 06 de dezembro de 2020)

Já a Etiópia vai procurar reconquistar o ouro olímpico com:

  • Kenenisa Bekele, 2h01m41 (Maratona de Berlim, 29 de setembro de 2019)
  • Birhanu Legese, 2h02m48 (Maratona de Berlim, 29 d setembro de 2019)
  • Mosinet Geremew, 2h02m55 (Maratona de Londres, 28 de abril de 2019)

A prova feminina também promete um grande duelo entre Quénia e Etiópia, fruto da presença da recordista do mundo Brigid Kosgei (2h14m04).

As quenianas são as seguintes: 

  • Brigid Kosgei, 2h14m04 (Maratona de Chicago, 13 de outubro de 2019)
  • Ruth Chepngetich, 2h17m08 (Maratona de Dubai, 25 de janeiro de 2019)
  • Peres Jepchirchir, 2h17m16 (Maratona de Valência, 06 de dezembro de 2020)

Etiópia apresenta-se com a seguinte seleção:

  • Worknesh Degefa, 2h17m41 (Maratona de Dubai, 25 de janeiro de 2019)
  • Roza Dereje, 2h18m30 (Maratona de Valência, 1 de dezembro de 2019)
  • Azmera Abreha, 2h18m33 (Maratona de Valência, 1 de dezembro de 2019)

Evidentemente que a Maratona, principalmente a Maratona olímpica, é sempre imprevisível, fruto da estratégia que cada atleta/seleção atribui para a prova. Para ver os outros atletas qualificados, clique aqui.

Os atuais campeões olímpicos na Maratona são os quenianos Eliud Kipchoge (2h08m44) e Jemima Jelagat Sumgong (2h24m04).