Os organizadores do Mundial de Meia-maratona, agendada para o dia 17 de outubro, em Gdynia, na Polónia, lançaram uma prova virtual para o mesmo dia, não descartando, no entanto, a realização física da prova, tato para os atletas profissionais como amadores.

«É importante esclarecer que a Meia-maratona Virtual não significa que a corrida física que planeamos em Gdynia não ocorrerá. A competição virtual é uma adição ao nosso evento. Queremos apenas permitir que a comunidade global de corredores esteja connosco no dia 17 de outubro e participe da maior Meia-maratona da história», afirmou Michal Drelich, responsável pela organização do evento, juntamente com a World Athletics.

Uma boa notícia para o Atletismo em geral, já que, pelo menos por agora, a prova está confirmada. No entanto, de referir que as decisões finais sobre a realização das provas serão tomadas até o fim de agosto, ou seja, há ainda possibilidades do Mundial de Meia-maratona seja cancelado devido a crise da Covid-19.

LEIA TAMBÉM
Geoffrey Kamworor alcança “hat trick” no Mundial de Meia-maratona
Gudeta é a nova campeã mundial da Meia-maratona com recorde do mundo

De referir que os corredores amadores inscritos para a corrida física de Gdynia já podem optar por mudar a sua inscrição para a competição virtual se assim entenderem, mantendo do mesmo modo todas as vantagens que receberiam na corrida física, concretamente uma camisola da Asics, uma mochila oficial e uma medalha com um design exclusivo.

De referir que a prova virtual é gratuita a todos, com os interessados a se inscreverem na plataforma on-line AllYouNeedIsRunning.com, uma plataforma criada especificamente para o evento.

O presidente da World Athletics, Sebastian Coe, já comentou a criação do Mundial de Meia-maratona virtual:

«Como corredor, fiquei muito satisfeito por ver tantas pessoas a correr com o intuito de manter a sua aptidão física nas circunstâncias desafiadoras que todos viveram e estamos a viver neste momento. Ter um objetivo é sempre uma boa motivação para manter a forma e espero que os corredores de todo o mundo participem e assumam o desafio de correr uma Meia-maratona onde quer que estejam a 17 de outubro.»