Eliminatórias 10.000 m Universidade Japão

Numa altura em que as corridas de fundo são dominadas pelos atletas africanos, uma antiga potência, o Japão, parece querer recuperar a supremacia de outrora. Pelo menos, a crer nos tempos surpreendentes registados nas últimas corridas de 10.000 metros disputadas no país.

Os primeiros resultados surpreendentes surgiram há cerca de duas semanas, na Meia-Maratona de Ageo. Corrida em que 400 (!) participantes conseguiram tempos abaixo da uma hora e 10 minutos!

Inicialmente encarado como um acontecimento pontual, a verdade é que os jovens atletas japoneses voltaram a espantar meio-mundo, já esta semana. Ao realizarem tempos de referência nas duas provas de 10.000 metros que tiveram lugar no país.

Universidades do Japão viveiros de talentos para as corridas de fundo

Os tempos aconteceram na Hachioji Long Distance promovida pela Universidade de Hosei e nas eliminatórias dos 10.000 metros da Universidade de Kanto. Corridas nas quais um total de 138 atletas conseguiram cumprir a distância em menos de 29 minutos!

LEIA TAMBÉM
Portugal com 37 atletas no Europeu de Corta-mato de Lisboa

A valorizar ainda mais os resultados obtidos, o facto, segundo o Japan Running News, destes terem sido alcançados sob más condições meteorológicas. Isto, além de terem acontecido em provas que, supostamente, seriam de preparação para a corrida de Ano Novo Ekiden, agendada para o próximo dia 1 de janeiro, e a Hakone Edkiden, a 2 e 3 de janeiro.

10.000 metros em pouco mais de 28 minutos

Nas eliminatórias realizadas na Universidade de Kanto, Tomoya Nakamura, da Universidade Aoyama Gakuin, foi o atleta mais rápido nos 10.000 metros, ao terminar com o tempo de 28m31s68.

Já na competição feminina, Kako Okada, da Universidade Matsuyama, terminou no primeiro lugar, com o tempo de 33m13s24.

LEIA TAMBÉM
Há um atleta que já correu da Terra à Lua – Sabe quem é? (Parte 2)