A jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce continua a ser uma rainha nas pistas e, no Estádio Nacional de Kingston, alcançou o melhor tempo do ano nos 100 metros.

Fraser-Pryce, de 33 anos, correu o hectómetro em 10s87, num evento que foi denominado a Festa da Velocidade e que marcou o melhor tempo do ano nos 100 metros.

Com dois títulos olímpicos e nove medalhas de ouro em Mundiais, a jamaicana, que correu com um vento a favor de 1,4 metros por segundo, não conseguiu no entanto melhorar o seu recorde pessoa, 10s70, alcançado há oito anos. Tempo que é o quarto registo de sempre.

LEIA TAMBÉM
Diamond League 2020: campeão mundial dos 3.000 m obstáculos falha abertura por ter COVID-19

Antes, a melhor marca do ano nos 100 metros estava na posse de Shaunae Miller-Uibo, de Bahamas, com 10s98, alcançado no passado dia 24 de julho, em Clermont, na Flórida.

No entanto, Miller-Uibo desceu para a terceira colocação de 2020, já que, na mesma Festa da Velocidade, a jamaicana Elaine Thompson, também bicampeã olímpica, correu a distância em 10s88. Curiosamente, a velocista tem o mesmo registo pessoal de Fraser-Pryce, ou seja, 10s70 (tempo alcançado há quatro anos).