A World Athletics pretende criar uma Liga Diamante para o cross, marcha e provas combinadas, revolucionando deste modo o calendário dessas modalidades do Atletismo.

Com o intuito de promover uma reformulação profunda do modelo competitivo do Atletismo, a World Athletics pretende estender o êxito da Liga Diamante na pista para a marcha, as provas combinadas e o cross.

A ideia é ter três patamares de nível (ouro, prata e bronze), além de um prize money significativo, acima dos 350 mil euros.

«O principal objetivo é aumentar a competição e dar oportunidade aos atletas de elite de todo o mundo. Estes novos formatos podem ajudar», afirmou o presidente da entidade, Sebastian Coe.

Esta poderá ser uma boa notícia para Portugal, já que o Cross das Amendoeiras e o Grande Prémio de Marcha de Rio Maior são duas provas reconhecidas a nível internacional e portanto poderão fazer parte do calendário. 

Sebastian Coe revelou ainda que pondera integrar as maratonas e as meias-maratonas na World Athletics Series, o que poderá aumentar ainda mais a popularidade destas provas.