The Incline

Chamam-lhe, apenas e só, The Incline (“A Inclinação”). Há uma razão extremamente válida para isso: inclinação média de 45%, que chega a ser de 68% nalguns locais, além de uma elevação de 613 metros ao longo de apenas 1,42 km. O Manitou Springs Incline é não apenas um dos trilhos em ascensão mais famosos do mundo, como também um dos mais difíceis!

Nascido ainda no início do século passado, mais precisamente em 1907 como trajeto de funicular que subia a montanha junto às localidades de Manitou Springs e Colorado Springs, o The Incline acabou desativado em 1990 na sequência de uma derrocada que varreu os trilhos por onde o pequeno comboio circulava.

LEIA TAMBÉM
Zegama-Aizkorri reforça-se como a Maratona de montanha mais desejada do mundo

Já sem o funicular, o trajeto tornou-se rapidamente ponto de interesse para os amantes das caminhadas em montanha, assim como para os apaixonados pelos trails. Desde logo, pelas dificuldades que encerra e que fazem do percurso um desafio apenas para atletas mais bem preparados.

Com o início situado a cerca de 2.000 metros, o trajeto, classificado de extremo, sobe, a partir daí, 613 metros ao longo de cerca de 1,42 quilómetros, terminando a cerca de 2.620 metros de altura com vistas verdadeiramente de arrebatar.

O mítico The Incline
O mítico The Incline

Para entender o fascínio que o local apresenta, nada como ver o documentário que o canal de televisão da marca de material desportivo Salomon realizou. Através de vários testemunhos, o pequeno filme recorda como nasceu e a atração que provoca hoje em dia esta subida à montanha por um trajecto que soma, atualmente, qualquer coisa como 2.744 degraus.

Ainda que, no último, que figura no topo da montanha, possa ler-se 2.768, número que, nos tempos áureos, seria o da totalidade dos degraus ao longo do trajeto do funicular. No entato, a ação do tempo fez com que alguns deles se perdessem, tornando este desafio ainda mais icónico…