Um veterano corredor de nome Lynn Rathjen acaba de fixar um novo recorde dos EUA na milha (1.609 metros) para atletas com idades entre os 75 e os 79 anos ao conseguir cumprir a distância em cinco minutos, 59 segundos e 18 milésimos de segundo.

Com esta marca, obtida recentemente na Lincoln Mile, no estado norte-americano do Nebraska, Lynn Rathjen, de 75 anos, conseguiu retirar mais de 17 segundos ao anterior recorde (qualquer coisa como 6m17) estabelecido por Doug Goodhue, em 2017.

Segundo os registos, Lynn Rathjen chegou à meia milha com um tempo de cerca de três minutos, baixando um pouco o ritmo no terceiro quarto para voltar a acelerar e terminar forte.

LEIA TAMBÉM
Japonês de 87 anos consagrado como o homem mais velho a fazer um Ironman

O novo recordista da distância para atletas com idades entre os 75 e os 79 anos é treinador de crosse numa escola secundária de Grand Island, Nebraska, além de fisioterapeuta já jubilado.

Um passado tranquilo

Embora um corredor de bom nível enquanto estudante, Rathjen só voltou a dedicar-se à corrida após o final da Secundária, aos 35 anos, altura a partir da qual voltou a correr com alguma regularidade, mesmo sem nunca fazer muitos quilómetros, já que muito raramente passava dos 35 quilómetros por semana por questões de saúde.

Segundo o próprio, enquanto fisioterapeuta, viu demasiados corredores amadores passar, em apenas um ou dois anos, para distâncias longas como a Maratona, acabando por ter de parar devido a lesões graves.

De resto, e a seu favor, Lynn Rathjen tem o facto de, tirando um problema físico que o apoquentou no ano passado e que inclusivamente o obrigou a parar durante três meses, nunca teve qualquer lesão suficientemente grave para o afastar das pistas.

Por outro lado, e graças também ao trabalho de fortalecimento muscular que tem vindo a fazer nos últimos anos, o jovem corredor norte-americano consegue fazer, hoje em dia, 25 corridas de fundo seguidas. Quando começou, não conseguia fazer mais de três…

O primeiro sinal de um novo recorde dos EUA na milha

Finalmente, e a antever o resultado agora alcançado, a participação nos campeonatos da USATF de 2019, quando tinha apenas 74 anos, altura em que correu a milha em 5m25s26, sendo suplantado por Gary Patton, que, com um ano a menos, arrebatou o primeiro lugar com o tempo de 5m22.

«Quando competes com pessoas destas idades, com 60 e 70 anos, já há mais camaradagem que competição», comenta Rathjen, acrescentando que, nestas idades, «damo-nos conta de que não sabemos quanto tempo mais vamos viver, pelo que temos de desfrutar ao máximo cada prova. É o que eu faço».