Um jornal da Etiópia revelou recentemente parte dos treinos de Kenenisa Bekele em 2004, ano marcante da sua carreira (e do Atletismo Mundial), já que, em uma semana, alcançou o recorde do Mundo nos 5000 e 10000 metros, além de ganhar uma medalha de ouro e prata nos Jogos Olímpicos de Atenas pouco tempo depois. O ritmo exigido ao quilómetro em vários exercícios é algo realmente assombroso e é impossível não ficar estupefato…

 

Partilhe pelos amigos e faça um LIKE na nossa página. Obrigado!

 

Para escrever o seu nome de vez no Atletismo Mundial, Kenenisa Bekele foi obrigado a realizar treinos que apenas os sobre-humanos conseguem alcançar, tal o esforço exigido. Por exemplo, ao olharmos o plano agora revelado, podemos verificar que o etíope realizou séries de 6-10 x 1000m, onde o ritmo pretendido foi de… 2m27 (três minutos de recuperação entre os “tiros”).

Aqui fica o impressionante plano de treino de Kenenisa Bekele em 2004:

 

Sessão

Ritmo Especificidades

Objetivos

6 x 800m

1m57 / 800m Volta 1: 1m04
Volta 2: 0s53

Trabalhar a última volta

6-10 x 1000m 2m27 / 1000m 3m00 de recuperação

Trabalhar o ritmo nos 3000m

3 x 2000m

5m00 / 2000m 3m00 de recuperação Trabalhar o ritmo nos 5000m
5 x 5000m 5m15 / 2000m

Trabalhar o ritmo nos 10000m

Limite

4m25-4m45 / milha 15km-30 km (ritmo da Meia-maratona para a Maratona) Limite
Velocidade básica Treino pliométrico e corrida (100m)

Velocidade básica e tiros

Força

Levantamento de peso ligeiro e repetições

Força e resistência

 

Recorde-se que Bekele tem quatro medalhas olímpicas (três de ouro, nos 10 mil metros em Atenas2004 e Pequim2008 e nos 5 mil metros em Pequim2008, e uma de prata, nos 5 mil metros em Atenas2004), além de cinco ouros e uma de bronze nos Mundiais (considerada uma das finais de sempre do Atletismo Mundial).

 

 

No entanto, foi em 2004 que Bekele surpreendeu tudo e todos, já que alcançou, em uma semana, os recordes do Mundo nos 5000 e 10000 metros. A 31 de maio, registou 12m37s35 em Hengelo, na Holanda (atual recorde do Mundo na distância). No dia 8 de junho, em Ostrava, na República Checa, correu os 10 mil metros em 26m20s31. Pouco depois, conquistou as medalhas de ouro e prata nos Jogos Olímpicos de Atenas… Um feito memorável que é ainda hoje recordado pelos amantes da modalidade.

 

 

A evolução da sua corrida foi a seguinte:

1000: 2m39s85 —> 2m39s85

2000: 5m15s63 —> 2m35s78

3000: 7m53s02 —> 2m37s59

4000: 10m29s98 —> 2m36s96

5000: 13m09s19 —> 2m39s21

6000: 15m44s66 —> 2m35s47

7000: 18m23s98 —> 2m39s32

8000: 21m04s63 —> 2m40s67

9000: 23m45s09 —> 2m40s46

10000: 26m17s53 —> 2m32s44

Uma última curiosidade: apenas três homens correram os 10 mil metros em menos de 26m30. Além de Bekele, Haile Gebrselassie (26m22s75, em 1998) e Paul Tergat (26m27s85, em 1997). De referir que o registo mundial nos 10000 metros continua na posse do etíope, mas agora é de 26m17s53, obtido em Bruxelas, a 26 de agosto de 2005.