Na Noruega realizou-se este fim de semana mais provas de corrida no país, concretamente de 5 km e Meia-maratona. Nota para a presença do triatleta Kristian Blummenfelt na prova mais curta.

Não foi a primeira vez que a Noruega recebeu provas oficiais após o confinamento que viveu há algumas semanas. Aos poucos, o país nórdico procura regressar ao seu quotidiano pré-pandemia, logicamente ainda limitado pelo coronavírus.

Uma prova desse regresso foi a realização, este fim de semana, de duas corridas, a Perseløpet #4-2 (Meia-maratona) e a Perseløpet #4-1 (5 km), duas corridas que contaram inclusive com algum público ao longo do trajeto.

As provas tiveram limitação de corredores, cerca de 120, e com saídas espaçadas. Por exemplo, na prova de 5 km, as largadas foram realizadas em blocos de dez corredores.

Foi precisamente na distância mais curta que participou um dos grandes nomes do triatlo mundial, Kristian Blummenfelt, que acabou por vencer a corrida com o tempo de 13m58, um segundo a menos que Casper Stornes (13m59). No treceiro lugar do pódio ficou Gustav Iden (14m02). Aliás, a prova foi quem acabou por reunir o maior interesse de todos, fruto da disputa pela vitória, num sprint que não deixou ninguém indiferente.

De referir que Kristian Blummenfelt, há cinco dias, participou em outra prova de 5 km, alcançando o tempo de 13m51.

Na prova feminina o triunfo foi para Sigrid Vag (16m20), seguida de Inne Bakken (16m33) e Emilie Mo (16m57). Já na Meia-maratona, os vencedores foram Frode Stenberg (1h07m50, menos 5m03 do que Jacob Hystad) e Astrid Brathaug (1h17m01, menos 2m41 que Silje Ekund).