Na Galiza é obrigatório correr com máscara desde quarta-feira, mesmo se estivermos a correr sozinhos, que também agora é obrigatório. Apenas duas das novas medidas restritivas anunciadas pelo Governo galego, que pretende conter a propagação da Covid-19. 

A atravessar um período bastante complicado, o Governo da Galiza tomou uma série de medidas que são bastante restritivas. Por exemplo, para quem gosta de correr, agora é proibido sair sem máscara e acompanhado. Ou sea, mesmo se mantivermos a distância social ao longo de toda a nossa corrida, somos obrigados a utilizar a máscara.

De referir que a Xunta de Galicia é a primeira comunidade autónoma de Espanha a obrigar o uso de máscara a correr desde o início da pandemia. Além de ser obrigado a correr sozinho e com máscara, é ainda proibido abandonar o concelho, pelo menos nas próximas três semanas.

Apesar de, em Espanha, ter ocorrido multas a alguns corredores por correrem sem máscara, nenhuma lei obrigava a utilizar a mesma quando os corredores corriam sozinhos ou afastadas de outras pessoas. Uma situação que agora é alterada na Galiza. 

LEIA TAMBÉM
Corredor faz um “sprint à Bolt” para não ser apanhado

De referir ainda que os ginásios também foram encerrados, o que obriga a todos a fazerem exercício em casa ou ao ar livre. Mas sempre de máscara e sozinho.

O Governo da Galiza apresentou também outras medidas para evitar a propagação do vírus além da utilização da máscara:

  • Toda a restauração encerrada, inclusive cafés e bares (permitido servir ao domicílio e em take away)
  • impossibilidade de sair do município da residência
  • Reuniões apenas com pessoas coabitantes
  • Vida social reduzida à esfera familiar
  • Comércio considerado não essencial tem de fechar às 18h00
  • Supermercados, farmácias e postos de combustível poderão estar abertos até às 21h30
  • Centros comerciais encerrados ao fim-de-semana
  • Centros desportivos cobertos fechados
  • Aulas nas universidades suspensas até 8 de fevereiro
  • Creches, ensino básico e secundário permanecem abertos 
  • Cinemas, teatros, museus e bibliotecas fechados