O espanhol Martín Fiz revelou que vai processar o dono de um cão que o atacou violentamente durante uma prova de Trail em Formentera, no passado fim-de-semana.

«É uma bela mordida, provocou alguns arranhões e dois buracos que necessitavam de uns pontos. No entanto, segundo os médicos, as mordidas de animais não devem ser “cosidas” para haver uma melhor drenagem», afirmou o espanhol, que adiantou ainda que levou uma vacina antitetânica e que está a tomar antibióticos.

LEIA TAMBÉM
10 km: Martín Fiz regista novo recorde do Mundo na categoria M55
Maratona de Londres: Martín Fiz é o primeiro atleta a ganhar seis Majors

Martín Fiz revelou ter a coxa machucada e medo por todo o corpo, razão pelo qual decidiu processar o dono do cão, apesar de ter refletido muito sobre o assunto, já que, inicialmente, não o pretendia fazer.

«Como tudo na vida, ao cão dou uma segunda oportunidade. Ao dono, educo-o», escreveu nas redes sociais, salientando que é um defensor dos animais, correndo inclusive, por vezes, com um cão, Blai.